Terceirizados da Petrobras encerram greve nesta segunda

0
Audiência leva ao fim da greve (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

Depois de oito dias com os serviços paralisados, terceirizados da Petrobras retornam ao trabalho em decorrência de acordo firmado em audiência de dissídio coletivo realizada na manhã desta segunda-feira, 24, no Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região.

A audiência foi conduzida pela desembargadora Rita de Cássia Pinheiro, presidente daquele tribunal, e as partes entraram em entendimento, preservando os dias parados e garantindo o fechamento de acordo coletivo de trabalho estabelecendo em 6,5% o reajuste salarial e aumento de R$ 200 para R$ 250 o valor do auxílio alimentação, segundo explicou a advogada Raquel Sousa, que atuou na defesa dos interesses dos trabalhadores.

Os valores retroativos aos salários serão pagos em cinco parcelas e os referentes ao auxílio alimentação em três. A empresa Empercom, representada pelo gerente Keith Howard, assumiu o compromisso de não descontar os dias parados e a retirar as ações judiciais movidas contra os trabalhadores acusados de impedir a livre iniciativa daqueles que se dispuseram a trabalhar durante o período da greve.

Keith Howard expõe dificuldades e defende parcelamento de débitos com trabalhadores

Na audiência, o gerente explicou que não havia salários atrasados, conforme alegou o sindicalista Edvaldo Leandro, diretor do Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos, Químicos e Plásticos nos Estados de Alagoas e Sergipe (Sindipetro). Segundo Howard, a empresa suspendeu os salários de 28 trabalhadores que estavam em processo de demissão. Mas com o acordo firmado nesta segunda-feira, 24, ficou assegurada a estabilidade destes servidores até o mês de junho, período em que a empresa participará de nova licitação a ser realizada pela Petrobras.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais