TRT leiloa propriedades rurais nesta quinta-feira

0
Serão leiloadas 10 propriedades rurais (Foto ilustrativa/ Arquivo Portal Infonet)

Promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho, 20ª Região, será realizado nesta quinta-feira, 9, o primeiro leilão extraordinário de 2017. Visando a venda pelo maior preço ofertado, de 10 propriedades rurais, pertencente a empresas ligadas ao Grupo Bomfim, o leilão será exclusivamente online. O dinheiro arrecadado servirá para o pagamento de dívidas trabalhistas que se acumularam ao longo dos anos, desde a falência da Bomfim. A maioria dos imóveis está localizada nos municípios sergipanos de Macambira e Frei Paulo. Os lances já estão abertos e poderão ser feitos através do site www.lancese.com.br.

De acordo com o coordenador de leilões do TRT 20ª Região, Juiz Antônio Francisco de Andrade, o arrematante no ato da arrematação deverá pagar a título de sinal e como garantia, uma primeira parcela de, no mínimo 30% do valor do lance. O saldo remanescente poderá ser parcelado em até sete vezes, vencendo a primeira parcela 30 dias após o vencimento da parcela anterior do valor do lance sobre o bem arrematado. Aquele que desistir da arrematação ou não efetuar o depósito do saldo no prazo previsto, perderá em favor da execução, o sinal dado como garantia.

Outro Leilão

Segundo ainda o Juiz Antônio Francisco, no dia 23 de março, a partir das 8h30, o TRT20 realizará leilão unificado nas modalidades online e presencial, para a venda de 97 lotes, contendo materiais diversos, a exemplo de móveis, casas, apartamentos, terrenos, veículos, equipamentos, eletrodomésticos e material eletrônico, etc. Como sempre acontece, o local de realização do leilão será o auditório do TRT20, localizado na Avenida Carlos Rodrigues da Cruz, s/n, no Centro Administrativo Governador Augusto Franco, no Bairro Capucho, em Aracaju.

Fonte: TRT

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais