Tumulto na distribuição de senhas na Barra dos Coqueiros

0

Centenas de pessoas se aglomeraram em busca de senha
O primeiro dia do cadastramento para o programa federal ‘Minha Casa, Minha Vida’ na Barra dos Coqueiros foi marcado por grande tumulto. Na manhã desta terça-feira, 28, centenas de pessoas se aglomeraram em frente ao Centro de Referência da Mulher à procura de senhas. Hoje pela manhã 100 senhas foram distribuídas aos moradores que aguardavam na fila.

Embora o prazo de inscrições dado pela Caixa Econômica Federal (CEF) – financiadora do programa residencial – ainda seja indeterminado, a procura pelas primeiras senhas é muito grande. O vigilante Manoel Messias conta que aguarda na fila, revezando turnos com sua esposa, desde às 6 horas da manhã de segunda-feira, 27.

Como não tem ainda uma casa própria, Manoel sabe que o prazo ainda se estenderá por alguns dias, mas afirma que ‘preferiu garantir’ uma senha logo no início. “Há tempos que aqui na Barra a gente precisa de um programa desses para o pessoal carente, então eu preferi vir logo garantir minha senha”, conta.

Manoel Messias dos Santos
Apesar da pressa dos moradores, o secretário de Comunicação da Barra dos Coqueiros, Dom Diego, afirma que a seleção que será feita pela CEF independe da ordem de cadastro. “É normal que as pessoas fiquem ansiosas, mas os critérios de escolha serão outros, de responsabilidade da Caixa Econômica. As prefeituras fazem apenas o banco de dados”, explica.

Ainda segundo Dom Diego, os moradores da Barra terão no mínimo mais 15 dias para efetuar o cadastro, sem precisar de tumulto. “Se for preciso aumentar o prazo, vamos aumentar, de forma que atenda a demanda da população”, garante. A expectativa é que se cadastrem cerca de 2 mil pessoas no município.

Minha Casa, Minha Vida

Em Sergipe, o programa “Minha Casa, Minha Vida” irá viabilizar a construção de 11.400 imóveis nas cidades de Aracaju, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro e Barra dos Coqueiros. O 

Dom Diego “cadastro acontece em 15 dias”
número de casas distribuídas em cada município será estabelecido pela Caixa Econômica Federal, e irá variar de acordo com a necessidade de cada região.

O Governo Federal está investindo cerca de R$ 34 bilhões para implantar o programa em todo o país. Famílias com renda de até 10 salários mínimos, morando em cidades que participem do projeto, podem se cadastrar para participar da seleção.

Para fazer o cadastro, são necessários os seguintes documentos (originais e cópia): o RG, o CPF, um comprovante de residência – se houver – um comprovante de renda, a Carteira de Trabalho e o Título de Eleitor.

Conheça mais sobre o programa no site: http://www.minhacasaminhavida.gov.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais