Unitrabalho tem boa atuação em Sergipe

0

O Núcleo da Unitrabalho na Universidade Federal de Sergipe, por meio de sua Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Solidários, tem desempenhado um papel ativo de apoio a grupos de produção em diferentes áreas da economia no meio urbano e rural. A Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Econômicos Solidários da Universidade Federal de Sergipe surgiu em 1999 tendo em vista as demandas oriundas de grupos populares no sentido de auxiliar na construção de empreendimentos econômicos solidários com vistas a geração de trabalho e renda.
O propósito era constituir um espaço de fortalecimento das populações excluídas do
mercado de trabalho, através da formação, organização e acompanhamento de experiências de economia solidária no estado de Sergipe, proporcionando o acesso à renda através da cooperação e do trabalho. A criação oficial da incubadora aconteceu em 10 de junho de 2002, mas várias ações, na área da incubação, já vinham sendo desenvolvidas por meio do Núcleo Local da Unitrabalho.
Juntos, Núcleo e a Incubadora têm construído ações cuja finalidade é promover e coordenar as atividades técnico-científicas no domínio de estudos e ações voltados ao mundo do trabalho e de forma mais específica à geração de trabalho e renda no âmbito dos empreendimentos econômicos solidários.
Nesse momento, a Incubadora/Unitrabalho/UFS está incubando sete empreendimentos econômicos solidários, voltados para a reciclagem de resíduos sólidos, artesanato, beneficiamento de camarão e confecção. Esse acompanhamento tem contado com o apoio financeiro do PRONINC/FINEP. Além disso, em parceria com a Fundação Banco do Brasil, está sendo dada uma assessoria a Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (CARE), visando a montagem da linha de reciclagem do PET, para agregar valor ao tratamento dos resíduos sólidos, além da capacitação de seus cooperados em formação básica de empreendimentos solidários e em formação específica e no manuseio dos equipamentos recém-adquiridos.
Convém destacar o papel que vem sendo desenvolvido pela Incubadora/Unitrabalho/UFS, no processo de formação não só dos participantes dos empreendimentos incubados, mas também de outros segmentos da sociedade sergipana. Exemplo disso é o curso sobre metodologia de incubação em fase de conclusão que está capacitando 60 técnicos envolvidos com a temática da economia solidária e que estão inseridos em ONG’s, órgãos públicos,  movimentos socais etc.

Comentários