Veja como ficam as feiras livres de alguns municípios sergipanos

0
Segundo as assessorias de comunicação dos municípios de Aracaju, Itaporanga e Aquidabã, a medida busca se adequar às normas estabelecidas pelas entidades de saúde (Foto: Felipe Goettenauer)

Com o objetivo de evitar ao máximo o convívio social, as feiras livres de alguns municípios do estado irão sofrer algumas modificações a partir deste sábado, 21. Segundo as assessorias de comunicação dos municípios de Aracaju, Itaporanga e Aquidabã, a medida busca se adequar às normas estabelecidas pelas entidades de saúde. Veja abaixo como fica:

Aracaju

Segundo o decreto assinado pelo Prefeito Edvaldo Nogueira, a distância entre as barracas devem obedecer uma distância mínima de 2m, além de medidas ideais de higienização. Ainda segundo o decreto, haverá uma fiscalização conjunta entre Procon e Vigilância Sanitária para garantir o cumprimento da medida.

Itaporanga D’Ajuda

Segundo a assessoria de comunicação do município, a feira livre prevista para acontecer neste sábado, 21, irá ter medidas específicas para este dia, como a autorização apenas para a comercialização de produtos considerados essências pela Prefeitura, como cerais, verduras, legumes, frutas e produtos de origem animal. Ainda segundo a Comunicação de Itaporanga, não será permitido refeições. “O que autorizamos é apenas a venda de quentinhas para serem consumidas em casa. Por enquanto essas são as medidas oficiais. A partir da próxima semana poderemos ter novas medidas a depender de como estará a situação do coronavírus”, destaca a assessoria.

Aquidabã

A Vigilância Sanitária do município informou que a partir desta sexta-feira, 20, e durante os próximos 21 dias, as feiras livres deverão comercializar produtos perecíveis, como laticínios e carnes, além de frutas verduras. O coordenador de Vigilância Sanitária de Aquidabã, Éder Santos, destacou também para que os idosos, grupo de risco da doença, evitem ir às feiras.

por João Paulo Schneider 

Comentários