Venda de gasolina a R$1,40 gera confusão

0
Gasolina com mais desconto atraiu centenas de pessoas a um dos postos participantes (Fotos: Portal Infonet)

A venda de gasolina com valor descontado de impostos foi marcada por confusão nos dois postos onde o Dia de Respeito ao Contribuinte e da Liberdade de Imposto foi comemorado. O combustível, que custa R$ 2,62 nos dois postos, foi vendido a R$ 1,40 nesta sexta-feira, 27. Programada para começar às 15h, somente às 16h15 os consumidores que se dirigiram a um posto localizado ao lado do Departamento Estadual de Transito (Detran) receberam o cupom que dá direito aos 20 litros do combustível com mais de 50% de desconto.

A confusão foi gerada por uma desorganização na entrega dos bilhetes que dão direito ao desconto. A organização do protesto, encabeçado em Sergipe pelo Conselho de Jovens Empreendedores (CJE), disponibilizou 250 cupons para dois postos: 150 para o que fica na Avenida Beira Mar, perto do parque dos Cajueiros, e 100 para o localizado na Avenida Tancredo Neves.

Legenda

Os consumidores que chegaram mais cedo – alguns até por volta das 10h – receberam uma senha e foram orientados a esperar nas ruas ao lado do posto, uma medida que serviria para não atrapalhar o fluxo de veículos no local. No entanto, com a proximidade do horário do protesto, muita gente começou a passar na frente de quem já aguardava. Foi necessária a intervenção da polícia para acalmar os ânimos.

Consumidores revoltados

O funcionário público Ivan Alfredo Mota disse ter chegado por volta das 12h e também recebeu a senha. No entanto, até às 15h30 ele ainda não havia recebido o cupom que daria direito à gasolina. “Entregaram uma senha e mandaram desfazer a fila que organizamos aqui. Peguei o número 53. Se houvesse organização esse tumulto não aconteceria”, criticou. Ele disse que já sabia do limite de cupons e por isso foi mais cedo.

Cupom só foi distribuído após uma hora do previsto

O aposentado João Evangelista dos Santos e o amigo José Aristóteles Nunes haviam chegado às 11h30. Evangelista estava com a senha de número 43.  Ele também lamentou a confusão gerada com o protesto. “Sabia que seriam só 100 cupons, mas não imaginei que seria tão desorganizado. Não me senti respeitado enquanto cosumidor. Pediram para que eu deixasse o carro longe do posto, para não atrapalhar o movimento, e agora posso nem abastecer. A organização foi nota zero”, disse.

Os policiais tiveram que intervir na confusão para que os ânimos se acalmassem, organizando principalmente um grupo de cerca de 40 motoqueiros que chegou a fazer um buzinaço. Apenas depois disso é que os organizadores conseguiram fazer o levantamento dos 100 consumidores que teriam direito a abastecer os veículos, anotando as placas dos que haviam chegado até o horário estabelecido. A fila de carros em direção ao posto criou um grande engarrafamento na Avenida Tancredo Neves, estendendo-se até o viaduto do Distrito Industrial de Aracaju (D.I.A.).

Consumidores que foram ao posto reclamaram da falta de organização

Quantidade de pessoas surpreendeu

Ainda com a confusão, o presidente do CJE, Iêdo Flávio de Andrade Filho, disse que a manifestação surtiu o efeito desejado. Ele disse que o tumulto ocorreu em decorrência da quantidade de pessoas que queriam aproveitar o desconto no combustível. “Isso chama a atenção da população para pedir a correta aplicação dos tributos e a diminuição deles. A gasolina barata atraiu essa quantidade expressiva de gente comprovando o peso dos impostos. Cinquenta e três por cento do preço da gasolina é de imposto”, explicou.

No outro posto onde a ação se repetiu ele disse que também houve tumulto, mas o problema foi resolvido rapidamente. Iêdo atribuiu os problemas, ainda, ao fato de a iniciativa ser inédita no estado. Uma segunda edição será realizada em setembro. “Com certeza vamos rever a forma de realização até lá”, reconheceu. “Ninguém está satisfeito com o preço do combustível. Aliás, com o preço da maioria dos produtos, por causa da alta carga de impostos”, ressaltou.

Iêdo Flávio diz que apesar do tumulto,o protesto teve o resultado desejado

Por Diógenes de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais