Alunos fazem ato contra extinção de turma em escola do bairro América

0
Professores e alunos durante o protesto (Foto: Portal Infonet)

Alunos e professores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Rita de Cássia, localizada no bairro América, se mobilizaram numa caminhada nesta sexta-feira, 29, em protesto contra a decisão da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de fechar a turma fundamental maior, que compreende turmas do 6º ao 9º ano. Segundo os docentes, os argumentos usados pela Semed são contraditórios e não se sustentam.

Professora Luciene Santos explica a importância da escola (Foto: Portal Infonet)

“Essa escola recebeu a notícia de que vai ter suas turmas de fundamental maior fechadas. A partir de 2020 já não abrirá mais matrículas para essas turmas do 6º ao 9º ano”, resume a professora Luciene Santos. Segundo ela, a escola é tradicional no bairro e tem o carinho da comunidade. “Muitas mães que passaram por esta escola já vieram trazer seus filhos para cá. Ela está muito presente na vida do bairro”, destaca.

Ainda segundo a professora, os argumentos apresentados pela Semed são contraditórios e não se sustentam. “Quando a Semed esteve aqui falaram da questão do aluguel. Mas mesmo com essa redução das turmas a secretaria continuaria sendo inquilina”, afirma. Luciene também destaca que a escola é referência em educação e há não motivos para essa redução nas turmas. “Nós temos um excelente Ideb [Índice de Desenvolvimento de Educação Básica] e temos uma ótima reputação educacional”, afirma.

Aluno demostra insatisfação com decisão da Semed (Foto: Portal Infonet)

O aluno Ruan Vitor, que estuda no colégio desde criança, diz que recebeu a notícia com extrema revolta. “Nós vimos essa decisão [da Semed] como absurdo. O Santa Rita não precisa dessa mudança”, destaca. Ainda segundo o estudante, os demais alunos têm um grande carinho pela instituição. “Eu não tive dúvidas que os alunos seriam contrários a essa decisão. E assim foi. Estamos aqui unidos para protestar contra essa medida”, explica.

Semed

A Secretaria Municipal de Educação informou que esta medida foi resultado de muitos estudos e que não há possibilidade nenhuma de fechamento da escola. A pasta destaca que o fechamento da turma é apenas para realocar os alunos em outras unidades de ensino e não há ligação direta com nenhuma possível descontinuidade da escola Santa Rita de Cássia. “O que a Semed está propondo é o seguinte: existem cinco escolas na região. A maior demanda, no momento, é para o atendimento da Educação Infantil e Fundamental Menor. A Semed, então, planeja uma reorganização da oferta. No início do próximo ano, vamos reinaugurar a Emef Carvalho Neto (inclusive, ampliada). Para oferecer mais vagas no Fundamental Menor (cuja demanda detectamos como crescente), propomos que a Santa Rita mantenha as atividades até o 5º ano”, resume a pasta. “Do 6º ao 9º, a demanda passa a ser atendida no Carvalho Neto (que fica na mesma região). Então, não há proposta alguma de fechamento da escola. Todas as turmas do Fundamental Maior passarão a ser atendidas no Carvalho Neto, o que permitirá que o Santa Rita atenda a outra demanda”, salienta a Semed.

por João Paulo Schneider e Aisla Vasconcelos

Comentários