Câmara premia vencedores de Concurso de Poesia Marcelo Déda

0
Gabrielly, Camilly e Rafael foram os três vencedores do concurso e receberam premiação (Foto: Portal Infonet)

A Câmara de Vereadores de Aracaju entregou, nesta quinta-feira, 29, as premiações aos três estudantes vencedores do 3º Concurso de Poesia Marcelo Déda. A vencedora foi prestigiada com um notebook, e o segundo e terceiro colocados receberam um tablet cada.

Os dois primeiros são estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Conrado de Araújo. Camylle Vitória Campos, vencedora, escreveu sobre uma poesia intitulada ‘O Amor’. “Me inspirei em tudo o que meu coração queria dizer, mas não poderia falar em alto som. Pensei nas pessoas que querem falar e não podem, então se expressam em poesias e textos. Fiquei sabendo quando a coordenadora do meu colégio ligou para minha mãe e avisou. Nós duas choramos. Fiquei muito feliz”.

Os três vencedores foram Camylle Vitória Santos Campos, Rafael Soares Santos e Gabrielly de Jesus Maciel (Foto: César de Oliveira)

O segundo lugar ficou com Rafael Soares, com um poema sobre ‘O Amor às Palavras’. “Primeiro fui no site, vi o que a equipe julgadora estaria analisando e tentei empregar o máximo para ser aprovado. Fiquei muito contente, também porque recentemente viajei para Sumaré, em São Paulo, sendo o único representante de Aracaju e um dos representantes de Sergipe na Conferência Nacional Infanto-Juvenil e conquistar isso me deixa mais feliz ainda, por mais essa conquista em curto espaço de tempo”.

A terceira colocada foi Gabrielly de Jesus Maciel, estudante da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Núbia Marques. A poesia dela teve o tema ‘A Natureza’. “Falei sobre a poluição, sobre as pessoas jogarem lixo na natureza. Isso faz mal para a saúde, é muito ruim”, analisa.

Os três textos foram escolhidos em um universo de 142 inscritas no concurso, que aconteceu em sua terceira edição.

Maria do Carmo Déda, irmã do ex-governador Marcelo Déda, homenageado pela iniciativa da Câmara de Vereadores, agradeceu em discurso. “É um evento belo. Tenho certeza de que, de onde ele estiver, estará feliz e agradecido por essa juventude por quem ele batalhou. Foi filho, pai, poeta, político e deixou um legado importante. Construiu pontes, não muros, de passagem para o povo e para a sociedade”.

Por Victor Siqueira

Comentários