Candidatos relatam falhas no site do SiSU e inscrição é prejudicada

0
Queixas foram feitas pelos participantes no Twitter e no Instagram do MEC (Foto: Reprodução Sisu)

Os candidatos às 235 mil vagas ofertadas no Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2019) relatam problemas de lentidão no site que estão dificultando – e até mesmo impedindo – a realização das inscrições. Os problemas têm acontecido desde a abertura das inscrições, na terça-feira, 22. Diante do curto prazo para realizar as candidaturas, já que a sexta-feira, 25, é o último dia, há relatos de preocupação em relação ao cadastro das vagas.

Tem gente morando no site do SiSU enquanto eu não consegui ao menos fazer minha inscrição. Estou tentando desde o primeiro dia e nada. Tenho que acordar às 5h da manhã e estou acordada até agora tentando fazer minha inscrição. Pelo amor de Deus”, desabafa a estudante Thaynara Carla no Instagram do Ministério da Educação (MEC).

O comentário foi postado pela usuária em resposta à nota oficial emitida pelo órgão para justificar a lentidão. “A instabilidade foi causada por um grande volume de acessos espontâneos na rede do MEC. O sistema, que nas edições anteriores, recebia de 25 a 30 mil acessos simultâneos, registrou hoje picos de até 350 mil acessos simultâneos”, explica. Postada ontem, 23, a nota replicada no site e em outras redes sociais.

Diante da não resolução do problema, várias contas viralizaram a hashtag #SisuForadoAr no Twitter e o tópico esteve entre os mais comentados nacionalmente. Além da lentidão, foram relatadas também falhas de segurança e as notas de diversos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram visualizadas por outros estudantes que tentavam realizar a sua própria inscrição.

O caso foi relatado pelo perfil de Laura Lineia (@lineialaura) como resposta a uma das postagens do MEC na rede social. “Olá! Venho reportar algo muito grave que aconteceu há pouco. Entrei no site do SISU para ver a nota de corte das 21h e, sem ter logado sequer com os meus próprios dados, a página que abriu foi de outra pessoa. Qual é a explicação???”, questiona.

Esta não é a primeira vez que se inscreve na seleção e relata que não vivenciou situação parecida nas outras edições. “Tive experiência com o processo em 2014 e 2015. Pelo menos na época nunca ficou tão ruim assim. Aliás, não chegava nem perto dessa situação caótica”, complementa, em resposta a outro usuário que também relatou problemas.

O candidato Walleson Rodrigues (@Walleson_R) destacou que “também aconteceu a mesma coisa comigo ontem! Tentei entrar em contato com o MEC e não obtive resposta. Isso é muito grave!”. A matéria foi fechada nesta quinta-feira (24) de manhã e o órgão do Governo Federal ainda não havia dado resposta aos participantes sobre o ocorrido.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais