Capes dá início ao pagamento de bolsas da Residência Pedagógica

0
O programa está presente em todos os estados da federação e já conta com três mil escolas participantes (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Mais de 35,7 mil bolsistas selecionados para o Programa Residência Pedagógica começam a receber o pagamento neste mês. Desse total, 30 mil são discentes de licenciatura que receberam bolsas de residente e iniciaram as atividades em agosto deste ano. Os demais são preceptores, docentes orientadores e coordenadores institucionais que atuam na execução do programa, desenvolvido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), autarquia vinculada ao MEC.

“Esse primeiro pagamento é um marco histórico para a formação de professores no Brasil”, afirma o diretor de Educação a Distância e Formação de Professores da Educação Básica da Capes, Carlos Lenuzza. “O programa está presente em todos os estados da federação e já conta com três mil escolas participantes, em parceria com sistemas municipais e estaduais de ensino”.

Inicialmente, o Residência Pedagógica é vinculado à formação das disciplinas da Base Nacional Comum Curricular. O programa é uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores. Com o objetivo de aperfeiçoar a formação prática nos cursos de licenciatura, promove a imersão do licenciando na escola de educação básica a partir da segunda metade de seu curso.

Quase 200 instituições de ensino superior já firmaram acordo de cooperação técnica com a Capes, com a finalidade de implementar as bolsas concedidas no âmbito dos projetos institucionais. A vigência vai até janeiro de 2020.

Fonte: MEC

Comentários