Denúncia de escola funcionando em bar suspende atividade de creche

0
Alunos do 3º ano fundamental estudam em escola improvisada (bar) (Foto: vereador Flávio de Jesus)

A Secretaria Municipal de Educação de Itabaianinha comunicou a equipe do Portal Infonet na tarde desta quarta-feira, 27, que decidiu suspender as atividades da creche a partir da próxima segunda-feira, dia 1º de abril.

O secretário de educação do município, Thiago Carvalho informou que o município tinha uma demanda de vagas de creches para atender crianças de três anos de idade e que a decisão da prefeitura foi alocar essas crianças para estudar dentro da Escola Municipal Tennysson Fontes de Souza, optando por deslocar uma turma do 3º ano do ensino fundamental para esse imóvel provisório (bar).

Bebidas alcoólicas foram encontradas dentro da geladeira que estava no bar (Foto: vereador Flávio Jesus)

Ainda segundo o secretário, o imóvel (bar) foi alugado com a garantia de que o proprietário fizesse uma reforma no local até o final de abril. “Fizemos uma vistoria no imóvel e ficamos surpreso com a denúncia porque não havia essa geladeira no imóvel. O município não é obrigado a receber crianças de três anos (creches), mas a partir dos quatro anos. Por isso, vamos desativar as atividades da creche e trazer os alunos do 3º ano que estão nesse imóvel para dentro da escola”, garante o secretário.

Os pais dos alunos foram convidados a comparecer a escola na tarde da quinta-feira, 27, para que tomem conhecimento da decisão do município.

Denúncia

A denúncia de que alunos da Escola Municipal Tennysson Fontes de Souza, localizada no povoado Muquém, em Itabaianinha, estariam tendo aulas dentro de um bar, chegou ao conhecimento da imprensa no dia de hoje.

O bar que se localiza em frente a escola, foi alugado pela Prefeitura do Município no intuito de abrigar alunos há cerca de dois meses. No local, alunos tem aula no turno da manhã e tarde.

O que chama atenção é que dentro do estabelecimento foi encontrado uma geladeira com garrafas de bebidas e utensílios utilizados no bar. A denúncia foi feita pelo vereador Flávio de Jesus (PV) no plenário da Câmara de Vereadores de Itabaianinha.

“A gente não quer que eles fechem o imóvel, mas que o secretário adeque a escola para receber essas crianças, pois o ambiente não estava adequado para elas e foi esse o apelo que eu fiz. Junto com os alunos, dentro do bar tinha uma geladeira com garrafas de bebidas e faca dentro. Imagine uma criança pegar uma faca dessa e acontecer o pior”, lamenta.

De acordo com um dos professores da escola, Glendson da Fonseca, a escola não oferece estrutura para atender os alunos. “As escolas do município não têm estrutura e as salas são pequenas. O bar funciona como escola há dois anos e atualmente estudam cerca de 19 alunos do ensino fundamental menor. Depois da denúncia, tiraram a geladeira e as cadeiras e trouxeram para a escola”, informa.

A coordenadoria da sub-sede Sul do SINTESE informou que uma equipe estará indo amanhã até o imóvel para averiguar a situação.

por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais