Educação: Bolsas são ofertadas a mães de crianças com doenças raras

0
As inscrições já estão disponíveis em Aracaju e poderão ser feitas no Núcleo de Atendimento ao Educando – NAE. (Foto: Educa Mais Brasil)

Mães de crianças com doenças raras de 20 estados do Brasil poderão se candidatar a bolsas de estudos para cursos de graduação e pós-graduação EAD. A Uninassau Aracaju estará ofertando 16 bolsas integrais, sendo 13 bolsas EAD de Graduação e 3 bolsas EAD de Pós-graduação. As oportunidades fazem parte do projeto Mães Produtivas, desenvolvido pelas Instituições Uninassau, Univeritas, Univeritas/UNG e Unama, mantidas pelo grupo Ser Educacional. As inscrições já estão disponíveis em Aracaju e poderão ser feitas no Núcleo de Atendimento ao Educando – NAE.

O projeto foi criado por um dos maiores grupos de educação superior privada do Brasil, o Ser Educacional, em parceria com a Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR), para beneficiar as mães que não podem comparecer as aulas presenciais, por seus filhos precisarem de cuidados especiais. Este ano, serão disponibilizadas 250 bolsas de estudo.

Ao todo, 20 unidades irão disponibilizar vagas para o projeto Mães Produtivas. “Um dos pilares da Ser Educacional é a Responsabilidade Social. Com este projeto, nós ratificamos o nosso comprometimento com essas mães que precisam de um incentivo para que não esqueçam o seu lado profissional e pessoal, criando possibilidades de aprender e ter uma profissão”, ressalta o presidente do grupo Ser Educacional, Janyo Diniz.

Em Aracaju, as mães que quiserem se candidatar às vagas deverão entrar em contato pelo telefone (79) 9 9919-1320 para falar com Gleice Aragão, responsável pelo NAE em Sergipe. Os editais do programa estão disponíveis no site da Instituição, basta selecionar a cidade, clicar na aba “Acadêmico” e, em seguida, em “Documentos”.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comentários