Educação do Estado recebe nota 3,0 dada por professores

0

Diretor de Base do Sintese, Roberto Silva

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese) divulgou na manhã desta quinta-feira, 29, a nota atribuída ao sistema público de Educação do Estado dada pelos professores dos municípios sergipanos. Este ano, a média da prova final ficou em 3,0.

O resultado da Prova Final da Educação Pública em 2011 foi divulgado em um ato público realizado no calçadão da João Pessoa, centro da capital. Este ano, o município que teve a maior nota foi São Francisco, com média de 7,4, muito superior ao do município de Itabi que recebeu a menor nota, 0,1.

De acordo com o diretor de Base do Sintese, Roberto da Silva Santos, o valor dado a Educação do Estado só não foi mais baixo porque a votação foi finalizada antes da aprovação do projeto que reestrutura o quadro permanente do Magistério.

Foi divulgado panfletos com a foto do governador com os treze deputados que votaram o projeto do Magistério

“Se a votação tivesse ocorrido nesse período, a nota seria pior, porque é um projeto que destrói a carreira do magistério que está sendo jogado no lixo pelo governo. Tivemos ganhos com o piso, mas em 2012, o governador destrói o que construímos. Apesar dos nossos ganhos, as escolas estão abandonadas. Essa nota serve para mostrar o modelo de gestão utilizado no Estado de Sergipe”, diz.

Ainda no ato foi espalhados cartazes com a foto dos prefeitos municipais que não estão cumprindo a Lei do Piso. São eles: Maruim, General Maynard, Nossa Senhora da Glória, Santana do São Francisco, Salgado, Carira e Estância.

Para demonstrar a revolta dos professores pela aprovação do projeto de lei encaminhado pelo Poder Executivo e que reestrutura o quadro permanente do magistério, foi divulgado panfletos e montado uma cesta de basquete com a foto do governador Marcelo Déda vestido de Papai Noel, ao lado dos treze deputados que aprovaram, segundo o Sintese, o Fim da Carreira do Magistério.

Insatisfação

A professora Jeane Santos diz que a educação não está boa

Professores de diversos municípios sergipanos foram até o calçadão da João Pessoa se somar ao ato idealizado pelo Sintese, a exemplo da professora do município de Pacatuba, Jeane Santos. “Todos os anos eu venho aqui para dar apoio e saber a nota que foi dada para a educação dos municípios. Pacatuba recebeu nota 4,9 e queria que tivesse sido uma nota maior. Quanto a nota dada a educação de um modo geral eu daria 2,0, porque a situação da educação do Estado não está boa. Existe falta de professores, além das péssimas estruturas encontradas nas escolas”, garante a professora.

Avaliação

Foi divulgada a foto com o nome dos prefeitos que não pagam o piso

Realizado pelo Sintese desde 2007, a Prova Final tem como objetivo travar um diálogo dos professores com a sociedade a partir da avaliação das políticas públicas para a Educação, implantadas pelos gestores no decorrer do ano. Para a avaliação foram levados em conta os aspectos na área de Valorização profissional; Gestão Democrática; Garantia de direitos do Plano de Carreira e Estatuto; Condições de trabalho; política educacional e qualidade social do ensino.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais