Educadores do sistema prisional são capacitados em SE

0

Educadores participam do 1º Ciclo Formativo em Educação Prisional nesta sexta-feira (Foto: Portal Infonet)

Uma nova proposta para a educação prisional em Sergipe foi tema de discussão no 1º Ciclo Formativo em Educação Prisional. Para atender os 12 presídios, cerca de nove professores e nove coordenadores atuam na educação prisional. O evento, que ocorre nesta sexta-feira, 11, reúne educadores e representantes do sistema prisional.

No estado, 20% da população carcerária estão na sala de aula, segundo o Secretário de Justiça, Antônio Hora Filho. “Estamos dentro da média nacional em termos de presos que estão nas salas de aula. O preso tem direito a todos os direitos, inclusive à educação, exceto pela liberdade porque ele está cumprindo a pena. Esse aperfeiçoamento é importante para o educador e também para o detento”, entende o secretário.

Durante o encontro, os profissionais participarão de debates em mesa redonda, com o tema "Educação Prisional: Desafios e Possibilidades". “Este encontro vai possibilitar o encontro e troca de experiências entre os profissionais”, explica a diretora do Departamento de Educação (DED), Gabriela Zelice.

Ainda segundo a diretora, o evento é para promover uma série de informações para educadores do sistema prisional, que recebem informações especificas. “São temas específicos que dizem respeito a sua atuação no sistema. No nosso caso, a gente oferece educação para jovens e adultos. A perspectiva é ampliar o número de professores no sistema prisional para conseguir atender a necessidade do preso”, ressalta Gabriela.

A atualização do Plano Estadual de Educação nas Prisões e a construção de um projeto político-pedagógico para a modalidade são os principais temas debatidos durante o evento.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais