MPE irá apurar fechamento de ponto de recarga de passagem da UFS

0
Uma reunião foi feita na manhã de hoje no MPE (Foto: Portal Infonet)

O Ministério Público Estadual (MPE) irá instaurar um procedimento administrativo para discutir o fechamento do posto de recarga de passagens de ônibus na Universidade Federal de Sergipe (UFS).

O procedimento será englobado em outro já existente na Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos do Consumidor, que diz respeito à cobrança de taxas extras para que as recargas sejam feitas nas máquinas de Autoatendimento, que agora substituem o atendimento físico. “Já existe um procedimento administrativo com relação às recargas, então nós iremos englobar essa demanda, para tentar sentar à mesa com as partes interessadas e tentar negociar da melhor maneira possível para os usuários, principalmente para os estudantes que necessitam deste serviço”, explica a promotora de justiça Euza Missano.

A demanda dos usuários foi apresentada pela vereadora do município de Aracaju, Kitty Lima (Rede). Segundo ela, as mudanças tem causado transtorno para os estudantes. “Eles conseguiam fazer a recarga no local [no ponto físico], mas agora foi fechado e é feito só com cartão de crédito ou débito. Sabemos que nem todos os estudantes conseguem fazer desta forma, e eles estão sendo prejudicados. Essa é uma preocupação nossa, é a preocupação de todos que nos procuraram, por isso trouxemos para anexar a essa demanda da cobrança extra que também tem sido motivo de muita reclamação por parte das pessoas”, declara.

Setransp

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp) alegou que “além dos postos de autoatendimento e do serviço online de recargas pelo site aracajucard.com.br, continua disponível o serviço de atendimento pessoal na Central da Aracajucard, no bairro Inácio Barbosa, próximo à SMTT. Entretanto, o serviço de autoatendimento tende a ser ainda mais expandido por Aracaju e pela região metropolitana, estando em breve em outros Shoppings e locais estratégicos das cidades.A bilhetagem eletrônica gera praticidade e segurança na hora de pagar a passagem de ônibus, evita a exposição dos passageiros com movimentação de dinheiro no ônibus, proporciona um melhor controle de utilização por parte do usuário e é um mecanismo de simples acesso ao consumo e realização de recargas”.

por Yago de Andrade

Matéria alterada às 18h28 para acréscimo de manifestação do Setransp
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais