Feira Estadual de Ciências, Tecnologia e Artes

0

A professora Dra. Zélia Macedo (Foto: Ascom Sedetec)

Apenas uma pequena parcela dos jovens brasileiros segue carreira em áreas científicas e tecnológicas. Para aumentar essa porcentagem, é necessário despertar desde cedo a motivação e a criatividade nos estudantes. Em sua primeira edição, a Feira Estadual de Ciências, Tecnologia e Artes em Sergipe, aprovado por meio do edital do CNPq, tem por objetivo popularizar a ciência.  A competição envolverá alunos e professores do ensino médio e fundamental.

A CIENART promoverá a mobilização de professores e alunos, voltada ao aprimoramento do ensino e da aprendizagem de ciências, através de uma abordagem que explora a relação entre Arte, Ciência e Tecnologia. Através da feira, pretende-se proporcionar uma interação entre alunos de escolas particulares e públicas, bolsistas PBICJr e PIBITIJr e pesquisadores, abrindo portas para que mais estudantes se interessem pela carreira científica.

Para desenvolver o projeto os professores das escolas receberão assistência técnica. “Iremos realizar oficinas com os educadores, dar assistência no que necessitarem para garantir que o projeto seja desenvolvido. Nessas oficinas serão oferecidos treinamentos para passar instruções na elaboração do projeto”, explicou a coordenadora do projeto, professora Dra. Zélia Macedo (UFS). De acordo com a coordenadora do projeto, a feira não envolve apenas trabalhos científicos e tecnológicos. “A competição será lançada e durante o ano os alunos poderão desenvolver seus projetos que podem ser científicos, tecnológicos e também de artes”, completou.

Premiação

A premiação acontecerá por categorias: rede de ensino pública, particular, bolsistas PBICJr/PIBITIJr e trabalhos artísticos relacionados à ciência e tecnologia. Os melhores trabalhos serão premiados com equipamentos de informática, para professores e alunos, e equipamentos de laboratório para as escolas. Já os alunos da rede pública também ganharão pontuação extra para concorrer a bolsas dos Programas de Bolsas de Iniciação Científica Júnior (PBICJr) e Iniciação Tecnológica Júnior (PIBITIJr).

“Queremos que os trabalhos apresentados durante a CIENART sejam o resultado das investigações científicas desenvolvidas durante todo o ano pelos estudantes, sob orientação dos professores”, explicou a pesquisadora sobre a importância do envolvimento dos alunos e professores no projeto. A Feira acontecerá em outubro, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, coordenada no Estado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica.

Confira a programação da oficina para professores que será realizada nesta sexta-feira, 23.

9h – Apresentação da CIENART (Zélia S. Macedo – UFS)
9h30 –Palestra: Importância da atividade cientifica na formação do estudante (Jaqueline Neves Moreira – UNIT)
10h15 – café
10h30 –Palestra: Projetos educacionais como ferramenta no ensino-aprendizagem (Cynthia da Silva Anderson, Wesley Silva Santos, Virgília Lima Oliveira – Colégio Estadual Arabela Ribeiro – Estância)
11h15 – Almoço no Restaurante Universitário (RESUN). A entrada é livre, sendo necessária a apresentação do crachá do evento.
13h30 –Palestra: Como elaborar um projeto científico (Eva Maria Siqueira Alves – UFS)
15h30 – Dinâmica – discussão dirigida, em grupos, sobre temas de projetos (Hall da reitoria e área externa ao auditório).
16h30 – Exposição das idéias (no auditório) e apresentação das ferramentas de auxílio ao professor

Com informações da Ascom da Sedetec

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais