Instituto Federal assina convênio com a Petrobras

0

Momento da assinatura do convênio (Foto: Divulgação IFS)

Os alunos do Instituto Federal de Sergipe (IFS) têm agora mais um ótimo motivo para comemorar. É que no dia 21 de novembro, foi assinado no Rio de Janeiro um importante convênio com a Universidade Petrobras (UP), através do qual serão concedidas bolsas de estudos para estudantes de diversos cursos do instituto, como Petróleo e Gás, Eletrônica e Informática, do Campus Aracaju; Eletromecânica e Automação Industrial, do Campus Lagarto.

Através da parceria, será promovido no instituto o Programa de Formação de Recursos Humanos (PFRH), com recursos no valor de R$ 6.911.028. O montante será repassado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) diretamente à Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico de Sergipe (Funcefet/SE).

Estiveram presentes na solenidade de assinatura do convênio a pró-reitora de Pesquisa e Extensão, Ruth Sales, representando o reitor Ailton Ribeiro de Oliveira, que estava em viagem ao Canadá; e Gervásio Lessa, diretor da Funcefet/SE. A professora Ruth ressalta que apenas os institutos do Rio de Janeiro (UFRJ), Ceará (UFCE) e dois da Bahia (IFBA e IFBaiano) foram contemplados. “Essa parceria é essencial para toda a nossa comunidade acadêmica e para o desenvolvimento de pesquisas no instituto”, diz.

Já o professor Gervásio enfatiza que os dois institutos baianos contemplados, IFBA e IFBaiano, também receberão os recursos através da Funcefet/SE. “O recebimento dos recursos para posterior repasse pela Funcefet/SE, possível graças ao credenciamento da fundação junto à ANP, comprova a excelência da nossa fundação”, conta o diretor do órgão.

Importância

Para o reitor, a assinatura desse convênio integra o seu plano de ação e é um importante compromisso assumido com os alunos que, depois de inúmeros trâmites burocráticos, foi finalmente cumprido. “A nossa gestão vem trabalhando incansavelmente para que essa parceria fosse firmada. Agora, tenho a felicidade de trazer para a nossa instituição essa importante conquista”, declara.

O professor Ailton destaca que, entre as etapas do processo para assinatura do convênio, está o credenciamento dos cursos do IFS junto à ANP. “É preciso lembrar, também, que contamos sempre com o apoio incondicional dos nossos coordenadores e professores”, afirma ele.

Ele lembra, ainda, que a assinatura do convênio é importante não apenas para o IFS, que cumpre seu papel em pesquisa e extensão, mas para o avanço científico de todo o estado de Sergipe. “Nossos alunos serão beneficiados diretamente, pois terão direito a bolsas de estudo enquanto realizam projetos de pesquisa. De maneira macro, estamos ajudando na construção de uma nova cultura para a nossa região, que é o desenvolvimento da pesquisa”, assinala.

Bolsas

O programa, que será coordenado pelo professor Carlos Alberto de Jesus, mais conhecido como Naput, com vice-coordenação de Gustavo Braz, tem como objetivo fomentar no IFS a formação de recursos humanos por intermédio da concessão de bolsas de estudo para alunos de cursos técnicos de interesse do setor de Petróleo, Gás, Energia e Biocombustíveis. No instituto, serão beneficiados alunos dos cursos de Eletrotécnica, Segurança do Trabalho, Química, Petróleo e Gás, Eletrônica, Edificações e Informática, do Campus Aracaju; Eletromecânica e Automação Industrial, do Campus Lagarto.

Serão distribuídas bolsas de estudo, entre os anos de 2012 e 2015, a alunos que apresentem no mínimo 80% de frequência e média igual ou superior a 7,0. Para ter acesso às bolsas, que serão liberadas a partir do mês de março de 2012, as coordenadorias dos cursos deverão propor, juntamente com os professores, projetos que estejam ligados à área de petróleo e gás, com o objetivo de formar pessoas qualificadas para dar início ao processo de exploração do pré-sal no Brasil.

Seleção

De acordo com a professora Ruth, a seleção dos alunos será feita através de edital, a ser divulgado ainda no mês de dezembro deste ano. “Terão direito às bolsas 25% dos alunos dos cursos de interesse da Universidade Petrobras. Esperamos contar com a participação efetiva de toda a nossa comunidade acadêmica, especialmente dos coordenadores, professores e alunos, para que se envolvam cada vez mais em projetos de pesquisa na área”, diz.

O professor Naput ressalta a importância do programa e informa que a Petrobras irá, ainda, destinar parte dos recursos disponíveis para incrementar e até mesmo implantar novos laboratórios no IFS. “Esse projeto nos credencia como agência formadora de profissionais qualificados para a área de Petróleo e Gás e afins, elevando os níveis de projetos com perspectivas inovadoras nessa área”, destaca ele.

Fonte: Ascom IFS

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais