Laudo atesta que criança que dormiu em creche não foi violentada

0
Laudo atesta que criança que dormiu em creche não foi violentada (Foto: Arquivo Infonet)

O laudo feito pelo Instituto Médico Legal (IML) no caso da criança que dormiu dentro de uma creche no bairro São Conrado, em maio deste ano, já está nas mãos da delegada Roberta Fortes, da Delegacia Especial de Atendimento a Criança e Adolescente Vítima (Deacav).

Segundo o documento, o menino não sofreu violência física ou sexual e passa bem. Todas as testemunhas e pessoas envolvidas no caso já foram ouvidas, e o inquérito será finalizado nos próximos dias.

Roberta Fortes explicou que, durante o processo de investigação, a criança teve suporte do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV). “Foi ouvida pelo setor psicossocial, além de ter sido acompanhada pelo Conselho Tutelar e Centro de Assistência Social (Creas). Ficou bem e tranquila. A mãe compareceu normalmente à delegacia durante os procedimentos”, relatou.

A delegada avaliará, após análise de todo o conjunto do inquérito, se irá indiciar algum dos envolvidos no relatório que será encaminhado ao Poder Judiciário.

Entenda o caso

O caso ocorreu em maio deste ano, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Júlio Prado Vasconcelos. Os relatos da época apontam que quando a irmã mais velha foi pegar a criança no fim da tarde, ela foi informada por um funcionário de que o garoto havia sido levado por outra pessoa, quando na verdade acabou dormindo na creche.

Na manhã do dia seguinte, o menino foi encontrado no banheiro pelas cuidadoras. Como consequência, o servidor responsável pelo fluxo de pais e alunos foi afastado do estabelecimento. A medida foi resultado de uma sindicância instalada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) para apurar o caso.

Por Victor Siqueira

Comentários