MEC decide incluir cursos a distância no Sisu 2020.2

0
As alterações das regras já foram realizadas pelo Ministério da Educação (Foto: MEC)

O Ministério da Educação (MEC) alterou, pela primeira vez, a portaria com as regras do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Com as mudanças, foi incluída a oferta de vagas para curso a distância no programa. O documento foi publicado nesta segunda-feira, 25, no Diário Oficial da União. A portaria determina também que as instituições disponibilizem meios digitais para que os participantes enviem os documentos necessários para a realização da matrícula. As alterações passam a valer já para o processo seletivo do segundo semestre do programa.

Nesta segunda-feira (25) começou o prazo para instituições de ensino interessadas em ofertar vagas para o Sisu se cadastrarem no programa. Porém, candidatos só poderão realizar as inscrições para o Sisu 2020.2 entre os dias 16 e 19 de junho. Os estudantes vão poder conferir o número de vagas para cada curso que será ofertado pelo Sisu 2020.2.

O Sisu é um programa do governo, criado em 2012, que possibilita que estudantes concorram a vagas em universidades federais por meio da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e quanto maior a nota mais chance o candidato tem de ser classificado.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Comentários