Professores de Cristinápolis protestam contra atraso de salários

0
Professores reclamam do atraso de salários (Foto: Facebook/Sintese)

Os professores da rede municipal de ensino de Cristinápolis realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira, 13, contra o atraso dos salários. A categoria ainda não recebeu os salários de dezembro e não há previsão para receber a remuneração, referente ao mês de dezembro e também de janeiro que já deveria ter sido paga, conforme informações do professor Abraão Costa, coordenador de comunicação da Subsede Sindical do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Sergipe (Sintese).

Pela manhã, um grupo de professores ocupou a sede da prefeitura na cidade de Cristinapólis para conseguir dialogar com o prefeito João Dantas (PDT). No gabinete, os manifestantes foram informados que o prefeito não se encontrava na prefeitura, mas o grupo se reuniu com a secretária municipal de Educação, Josefa Betânia dos Santos.

Segundo o sindicalista, a secretária demonstrou preocupação com a situação dos professores e prometeu analisar a questão com cautela, junto ao departamento de recursos humanos. Ela informou aos professores, conforme Abraão Costa, que a prefeitura não teria condições de quitar débitos relativos a dezembro com a receita de janeiro, mas garantiu que buscaria uma forma de pagar a remuneração de janeiro e os direitos relativos à gratificação de férias e que ainda esta semana, daria uma resposta concreta sobre a questão.

Os professores saíram da sede da prefeitura sem muitas esperanças. Segundo o professor Abraão Costa, a prefeitura já convocou para o dia 22 próximo o retorno às aulas. A categoria pretende fazer uma assembleia geral para deliberar sobre a questão, com a possibilidade de vincular o retorno às aulas ao pagamento dos salários atrasados.

O Portal Infonet tentou ouvir o prefeito e assessores da prefeitura, mas não obteve êxito. O Portal Infonet permanece à disposição. Informações podem ser enviadas por e-mail jornalismo@infonet.com.br ou por telefone (79) 2106 – 8000.

por Cassia Santana

Comentários