Professores de Lagarto prometem aderir a greve

0
Categoria cobra cumprimento da Lei do Piso (Foto: Divulgação Sintese/SE)

Professores do município de Lagarto prometem cruzar os braços por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira, 18, por conta do não pagamento do reajuste de 13,01% do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN).

Segundo o representante do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Sergipe (Sintese), Nazon Barbosa, o município de Lagarto tem passado por sérios problemas no que se refere à Educação. A greve também deve acontecem em outras cidades, já que em assembleia realizada em Aracaju, a categoria decidiu aderir a greve por tempo indeterminado.

“Lagarto tem passado sérios problemas com essa gestão no que diz respeito ao pagamento do Piso Salarial Nacional dos Professores. Há muitas perdas. Além disso, não existe fiscalização do transporte escolar. Os ônibus são superlotados e danificados, colocando em risco a vida dos nossos estudantes”, destaca.

Na Prefeitura de Lagarto, a informação é de que o prefeito José Wilame de Fraga [Lila], não estava e que as informações sobre o assunto poderiam ser adquiridas diretamente na Secretaria Municipal de Educação, com a secretária Islene Santos Prata ou com Mateus, mas ninguém atendeu às ligações. O Portal Infonet continua a disposição do prefeito Lila Fraga ou dos auxiliares por meio do telefone 2106-8000 ou pelo e-mail jornalismo@infonet.com.br

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais