Professores terão que passar por capacitação

0

Professores serão capacitados a cada seis meses
Em reunião realizada no Ministério Público Estadual (MPE) nessa quarta-feira, 15, ficou acordado que os professores das redes pública e particular de ensino devem receber capacitação para aprender a combater o mosquito da dengue. O trabalho será realizado pela Vigilância Epidemiológica, que a cada seis meses fará eventos nos quais os educadores serão convocados a aprender técnicas e formas de exterminar a larva, a fim de prevenir o aparecimento do mosquito.

O acordo foi firmado entre o promotor dos Direitos à Educação, Fausto Valois, e representantes das secretarias estadual e municipal da Educação, assim como da Vigilância Epidemiológica. As capacitações foram recomendadas como forma de incluir professores e alunos na proposta educativa de combater a dengue.

Apenas o representante das escolas particulares não compareceu, mas já se comprometeu a enviar metas e propostas de combate à larva. Segundo os dados

Promotor pediu comprometimento dos educadores
apresentados pelas secretarias, na última capacitação realizada pela Vigilância Epidemiológica, 10 instituições de ensino municipais e 58 estaduais de Aracaju não participaram. O promotor avaliou esse número como desinteresse.

“Nas escolas estaduais Dom Luciano e Atheneu Sergipense foram encontradas larvas do mosquito da dengue e nós também observamos que os diretores dessas escolas não comparecerem à capacitação. O que eu entendo é que está faltando um compromisso dessas pessoas. Quero solicitar que haja um engajamento maior por parte desses gestores, uma vez que o MPE está fazendo um trabalho intensivo no combate à dengue”, disse o promotor, que também solicitou que as secretarias enviem ao MPE a lista com os nomes dos diretores que não comparecerem às capacitações feitas a partir de agora.

 Por Letícia Telles

Comentários