Programa Jovem Aprendiz provoca grande fila na Semear

0

Estudantes aguardam desde sábado (Fotos: Portal Infonet)

Uma fila com centenas de estudantes está percorrendo a rua Leonardo Leite, bairro São José. O motivo é garantir uma vaga no Programa Petrobras Jovem Aprendiz  (PPJA). As inscrições começam nesta segunda-feira, 12, em Aracaju na Sociedade Semear, mas prosseguem até sexta-feira, 16, para outros municípios do Estado.

A estudante do Colégio Médici, Larissa Amaral, está desde 13h30 de sábado, 10, na fila para disputar uma vaga. A primeira da fila atribui à conquista da vaga a mãe Vera Lúcia, que dormiu na calçada sábado e domingo. “Quero muito participar da seleção por necessitar desse dinheiro, mas também por ser uma oportunidade de aprofundar os meus estudos”, explicou Larissa.

A estudante a Larissa é primeira da fila por causa da mãe

Na fila, muitos estudantes e mães aguardam a abertura dos portões. Cadeiras, colchonetes, marmitas, guarda-sol são utilizados pelos estudantes como forma de amenizar a espera.

Há alunos que chegaram desde sábado para guardar a vaga, outros chegaram ao local esta manhã, e ficaram assustados com o tamanho da fila. “Não consegui pegar a ficha, porque cheguei agora. Vou ficar aqui até conseguir participar da seleção”, disse esperançosa a última da fila, Alana Santos Melo.

O Programa Petrobras Jovem Aprendiz também disponibilizará vagas para  outros municípios até sexta-feira. Os contemplados são: Barra dos Coqueiros, Carmópolis, Divina Pastora, Estância, Itaporanga D´Ájuda, Japaratuba, Laranjeiras (povoados de Pedra Branca e Bom Jesus), Maruim (povoado Pau Ferro), Nossa Senhora do Socorro, Rosário do Catete, São Cristóvão e Siriri.

Fila já chegou na avenida Barão de Maruim

Quem pode participar

As vagas para o PPJA são destinadas a estudantes de escola pública matriculados do 9º ao 3º ano do ensino médio, que comprovem baixa renda. Os alunos precisam ter de 17 a 19 anos de idade e ser residentes no município que disputará a vaga. Os candidatos aprovados têm direito a seis meses de experiência na Petrobras,  um ano e meio de curso profissionalizante e uma bolsa auxílio. Mais informações no site.  

Por Adriana Freitas e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais