Projeto Hora do Conto é especial ao Dia das Crianças

0
(Foto: Edinah Mary)

“A leitura abre a mente e amplia os horizontes. Quando isso é feito na primeira infância, tudo acontece de uma forma muito mais natural e prazerosa. E é essa geração de leitores que poderá transformar o mundo através da Educação e do conhecimento. Tenho absoluta convicção disso”, afirma a escritora Isa Colli. Através desta perspectiva, a Biblioteca Municipal Clodomir Silva, unidade vinculada à Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), realizou mais uma edição do projeto ‘Hora do Conto’, em parceria com a Escola Municipal de Educação Fundamental Ágape (Emef).

O evento lúdico dedicado ao mês das crianças aconteceu nesta terça-feira, 9, com a presença de bibliotecários e profissionais de educação da escola, além, é claro, das turmas do 1° ao 5° ano do ensino fundamental. De acordo com a professora da Emef Ágape, Maria Josanete Santos, cultivar a relação da teoria ensinada na sala de aula com a prática fora dela, é de suma importância para o aprendizado das crianças. “Esse projeto é uma relevância muito grande, porque os alunos têm a oportunidade de ver o que existe fora do ambiente escolar, sempre aprendendo de maneira prática e lúdica. Agradeço a parceria de toda equipe da biblioteca pela oportunidade de oferecer o espaço de aprendizado, que é de suma importância para a vida desses meninos”, disse Maria.
Osaneide Rosa Santos, bibliotecária e contadora de histórias, afirma que o incentivo da leitura é fundamental para o desenvolvimento intelectual da criança. “Essa prática de levar alegria através das histórias têm o intuito de despertar o hábito da leitura. Então, é importante que a criança veja que o livro pode ser divertido e, ao mesmo tempo, educativo. E, através da contação de histórias, elas entram no mundo fantástico da imaginação”. Atenta às brincadeiras educativas, Alice Gabriele, de apenas nove anos de idade, relatou que as histórias contadas na unidade foram legais e até brincou que gostaria que a biblioteca fosse a sua residência. “Eu gostei muito daqui e quero muito voltar. Eu amo esse lugar e gostaria que aqui fosse a minha casa, porque é muito legal”.
A programação especial ao Dia das Crianças segue até o final deste mês, com contação de histórias, teatro de fantoche, mediação de leitura e brincadeiras lúdicas para escolas da rede pública e privadas convidadas. “A programação não é somente propiciar um dia de brincadeiras aos pequenos, mas promover o acesso à cultura popular e erudita de maneira lúdica. Teremos também atividades para outro público, com o projeto Hora do Cordel”, informou a coordenadora da Biblioteca Municipal Clodomir Silva.
Fonte: PMA
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais