Estado não atenderá pedido do MEC para gravar alunos falando slogan

0
Imagem: MEC

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura de Sergipe (Seduc) utilizou as redes sociais na manhã desta terça-feira, 26, para informar, por meio de nota, que foi surpreendida com o envio de carta do Ministério da Educação às escolas, pedindo que estudantes e professores executem o Hino Nacional, leiam o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!” e para os diretores que desejarem atender voluntariamente o pedido do ministro, a mensagem também solicita que um representante da escola filme (com aparelho celular) trechos curtos da leitura da carta e da execução do hino”, diz a pasta.

Segundo a Secretaria, a ação fere não apenas a autonomia dos gestores escolares, mas dos entes da federação, por estimular disputas ideológicas e por não haver um tratamento institucional.

Ao contrário da ingerência político-partidária tratada em publicação enviada às escolas, entende-se que o Brasil precisa de um pacto entre União, Estados e Municípios, em favor do ensino/aprendizagem de qualidade.

A Seduc finaliza a nota destacando a todos que não tem intenção de adotar esta medida proposta e divulgada amplamente pelo MEC nas escolas da rede pública estadual de Sergipe.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese), que também se posicionou contra o pedido do MEC, classificou a postura do Governo do Estado como “sensata” e destacou que vai consultar a Assessoria Jurídica da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação em busca de orientações sobre como agir para que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional seja respeitada.

Com informações da Seduc

Comentários