Seed orienta escolas sobre aplicação de recursos para educação especial

0

A Secretaria de Estado da Educação (Seed), por meio da Divisão de Educação Especial (Dieesp), se reuniu na manhã desta terça-feira, 19, com diretores e representantes de escolas da rede estadual de ensino que trabalham com alunos com deficiência. O encontro aconteceu no auditório do Centro de Estudos Supletivos Professor Severino Uchoa e teve como objetivo orientar os gestores escolares sobre a correta aplicação dos recursos para ações que visem promover a acessibilidade.

De acordo com a diretora da Dieesp, Maria Aparecida Nazário, 64 escolas das 10 Diretorias Regionais de Educação foram contempladas com recursos financeiros, através do Programa Escola Acessível, do Governo Federal. Segundo ela, a prioridade na destinação dessa verba será a adequação do espaço físico das salas de recurso e a compra de materiais didáticos e pedagógicos para serem utilizados pelos alunos com deficiência.

"Como a acessibilidade é ainda algo novo, existe essa preocupação da Seed para que não haja erro na aplicação desses recursos que vão otimizar e qualificar o trabalho pedagógico de apoio aos alunos com deficiência e transtornos inseridos do ensino regular", explicou. De acordo com o Censo 2010, existem 1.617 alunos com deficiência na rede estadual de ensino.

Melhorias
Os gestores escolares relataram ser de extrema importância esses recursos conseguidos através do Governo Federal para a melhoria da educação dos alunos com deficiência. "É uma exigência. Toda repartição pública e privada deve ter a acessibilidade, e o governo está contribuindo muito, adequando as escolas à realidade moderna", disse Genivaldo Gonçalves, que é presidente do Comitê Comunitário do Colégio Estadual Vitória de Santa Maria.

Da mesma escola, a professora da sala de recursos Adriana Guerra também ressaltou a necessidade desses benefícios para os alunos. "Os recursos são importantes para dar uma qualidade melhor ao atendimento dos nossos alunos com deficiência. A escola e a educação só têm a ganhar", afirmou. A Escola Estadual Vitória de Santa Maria foi contemplada com o valor de R$ 9 mil.

Já o diretor do Colégio Estadual Dom Luciano, Murilo Prado Smith, falou das melhorias que serão implantadas na unidade de ensino. "Existe um público-alvo de mais ou menos dez alunos que está indo estudar em nossa escola. Por isso há a necessidade dessas salas de recursos. A gente está deixando tudo preparado para eles e, com essa verba, vamos melhorar ainda mais, com a construção da biblioteca e da brinquedoteca, além das duas professoras que dão o suporte técnico", disse.

Fonte e foto: SEED

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais