TJ decreta ilegal greve dos professores em Itabaiana

0

A prefeitura de Itabaiana, mediante decretação de uma greve por parte do SINTESE, deflagrada na última quinta-feira, 29, em pleno processo de negociação das questões inerentes aos profissionais que atuam no magistério serrano, solicitou ao Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe uma avaliação sobre a legalidade, ou não, do movimento de paralisação.

Em decisão proferida nesta terça-feira, 3, o Tribunal de Justiça concedeu a tutela antecipada, determinando ao SINTESE que se suspenda o movimento de paralisação imediatamente.

De acordo com a decisão do Tribunal de Justiça, o não cumprimento da decisão, a partir da notificação do presidente da entidade, professor Joel Almeida, acarretará uma multa diária, fixada em R$ 2 mil por dia, limitado ao período de trinta dias, equivalente a R$ 60 mil. No teor do despacho, há uma determinação de que o sindicato seja oficializado com urgência.

Fonte: Secom/Itabaiana

 

Comentários