Lista tríplice para nova reitoria da UFS é eleita em meio a protestos

0
Eleição ocorreu nesta quarta-feira, 15 (Foto: Portal Infonet)

Foi realizado nesta quarta-feira, 15, a eleição do Conselho Eleitoral Especial para a escolha dos nomes da lista tríplice dos candidatos a reitor e vice-reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Mais cedo, trabalhadores e estudantes da UFS fizeram um manifesto solicitando a realização de uma consulta pública e pelo adiamento da composição da lista tríplice.

A escolha dos nomes foi marcado por protestos de alguns conselheiros que se disseram contrários a forma de eleição e defenderam uma consulta pública. Alguns ainda tiveram as falas interrompidas, já que segundo o reitor Angelo Antoniolli, a reunião é específica para tratar da eleição e não de discussão.

Eleições marcada por protestos  (Foto: Portal Infonet)

Por volta das 10h foi dado início a votação da eleição composta por 82 conselheiros aptos a votar, de forma sigilosa, por meio da plataforma Sistema Integrado de Gestão da Eleição (SIGEleição).

Durante a votação, muitos conselheiros questionaram o fato do reitor não estar na sala dos conselhos e não interagir com os conselheiros.

Com 100% dos votos contabilizados, foram eleitos os três melhores colocados na votação para compor a lista tríplice. Os nomes serão encaminhados para a escolha do presidente da República e segundo a assessoria, o reitor não apoia nenhuma chapa.

Reitor

Valter Joviniano de Santana Filho – com 37 votos, André Maurício Conceição de Souza – com 30 votos, Vera Núbia Santos – com 9 votos, Denise Leal Fontes Albano – com 5 votos e Valter César Pinheiro- com 1 voto.

Vice-reitor

Rosalvo Ferreira Santos- com 37 votos, Rozana Rivas de Araújo – com 28 votos, Silvana Aparecida Bretas – com 9 votos, José Aderval Aragão – com 5 votos, Valter Joviniano de Santana Filho – com 2 votos e Vera Núbia Santos, com 1 voto.

Sintufs

O Sintufs, juntamente com as entidades componentes da comunidade acadêmica e da Comissão Eleitoral, informa que não aceitarão o resultado do colégio, por se tratar de um pleito ilegítimo, que fere de morte os mecanismos de democracia direta em curso na instituição, e tomará todas as medidas cabíveis para que o processo de Consulta Pública iniciado no mês de dezembro de 2019, tenha seguimento e a devida conclusão.

Reitoria

A assessoria de comunicação da reitoria esclareceu que o Conselho Eleitoral formados pelos Conselheiros compostos por 82 membros que representam estudantes, professores e membros da sociedade se reuniram e decidiram que os nomes de Valter Joviniano e Rosalvo Ferreira são os nomes escolhidos pela maioria dos conselheiros.

por Aisla Vasconcelos

 

 

Comentários