UFS recebe R$ 29 mi para custeio, mas investimentos seguem bloqueados

0
Recursos para investimentos, no entanto, continuam bloqueados (Foto: Portal Infonet)

O Ministério da Educação anunciou, nesta semana, o descontingenciamento de 100% dos recursos bloqueados das universidades e institutos federais no início do ano. O primeiro descontingenciamento ocorreu ainda no mês de setembro, no montante de 50%, e foi complementado neste último dia 18, com o restante bloqueado, conforme anunciou o ministro Abraham Weintraub. Ao todo foram R$ 1,1 bilhão liberados para as instituições em todo país.

Em Sergipe, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) vai receber o montante de R$ 29 milhões. Os recursos, no entanto, são para cobrir as verbas de custeio – pagar fornecedores, contas de águas e luz e outros custos universitários. Com o recebimento dessa verba, que já estava prevista no orçamento para 2019, a UFS informou que conseguirá cumprir todos os contratos vigentes em 2019 referentes a despesas de custeio.

Investimento continua bloqueado

Se o desbloqueio de 30% do orçamento do ano cai como um alívio na UFS, por outro lado, 2019 se desenha, até o momento, como um ano sem investimentos com recursos federais dentro da instituição. De acordo com a Pró-reitoria de Planejamento, os R$ 5 milhões de recursos de capital, que são destinados para investimentos em obras, equipamentos e mobiliário para universidade, continuam bloqueados pelo Governo Federal. “Aguardamos a liberação integral do orçamento de capital para garantir esses investimentos”, frisou o pró-reitor de planejamento, Rosalvo Ferreira.

Por Ícaro Novaes

Comentários