Alunos paralímpicos já conquistaram 12 medalhas

0

A aluna Iara Menezes (Foto: Ascom Seed)

Os alunos paralímpicos sergipanos conquistaram 12 medalhas nas Paralimpíadas Escolares Brasileiras, somente no primeiro dia de competições ocorridas na última quarta-feira, 17. Desse total, oito medalhas são de ouro, uma de prata e três de bronze. Os atletas conquistaram sete medalhas no para-atletismo e cinco na natação, modalidades em que estão competindo. As paralimpíadas estão ocorrendo em São Paulo, de 15 a 20 de outubro.

As equipes disputam cada competição com muita garra e entusiasmo, com o objetivo de subir no rank geral do maior evento paralímpico estudantil do mundo. Na edição passada das paralimpíadas,  Sergipe ficou na quinta colocação geral.  O Governo de Sergipe vem dado todo o apoio a esses atletas especiais, através da Secretaria de Estado da Educação (SEED). Foram disponibilizadas passagens aéreas aos 34 membros da delegação, entre atletas e dirigentes, para a capital paulista. As paralimpíadas envolvem mais de mil para-atletas de todo o país.

Se depender de Iara Menezes, para-atleta do Colégio Estadual Tobias Barreto, a meta de subir no rank das Paralimpíadas Escolares será alcançada. Ela já conquistou uma medalha de ouro na prova 100 metros rasos. "Dedico essa medalha ao meu estado e a minha escola", disse a campeã.  Outro aluno que se destacou foi João Pedro Santos, da Escola do Sesc, que levou o ouro no arremesso de peso. E as conquistas aumentam no decorrer das competições. O para-atleta Bruno da Paixão, do Colégio Estadual Francisco Portugal, garantiu o ouro no arremesso de peso.

O arremesso de peso garantiu ainda o ouro para Mayara de Almeida, do Colégio Estadual Cícero Bezerra, que mostrou a força do aluno do interior do estado; uma prata para Natália Leão, do Instituto Dom Fernando Gomes,  e uma de bronze para Alisson Silva, do Colégio Estadual Francisco Portugal. Danilo Serrano, do Colégio Estadual Leite Neto, garantiu o bronze nos 100 metros rasos no atletismo.

"Esses alunos só me dão orgulho. São dedicados e procuram sempre vencer as limitações e trazer vitórias para Sergipe. Quero que isso sirva de exemplo para todos os alunos que devem se espelhar nesses exemplos, e afirmo: as conquistas estão apenas no início", disse emocionado Antônio Junior, técnico da equipe paralímpica da Seed.

Paranatação

Os atletas da paranatação também trouxeram méritos para Sergipe nas competições realizadas na tarde da quarta-feira, 17. Adriene Santos, do Colégio Estadual Acrísio Cruz,  foi ouro na prova 100 metros costa. Nesta mesma prova, Josevan da Silva, do Colégio Estadual General Siqueira, também ganhou ouro. A velocidade é coisa de família, pois Josenilton Silva, irmão do Josevan, e também aluno do General Siqueira, e ganhou ouro nos 50 metros costa.

A tarde de vitórias terminou com a conquista do bronze nos 400 livres por ítalo dos Santos, do Colégio Estadual Leite Neto, e o ouro nos 100 metros costa, conquistado por Willian Santos do Colégio Dinâmico. O técnico da paranatação da Seed, Ivan Secundo, garantiu que isso é só o começo. "Eles estão decididos a vencer e provar que as barreiras impostas pela vida devem  ser superadas. Eles são verdadeiros heróis", disse o treinador.

Paralimpíadas Escolares

As  Paralimpíadas Escolares Brasileiras, organizadas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), são o maior evento esportivo do gênero no mundo e reúnem  este ano 1.211 estudantes do Brasil.  Os para-atletas disputarão medalhas nas modalidades bocha, futebol para paralisados cerebrais (futebol de 5 e de 7), goalball, judô, para-atletismo, paranatação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e voleibol sentado.

Para participar das competições, os para-atletas devem ter algum tipo de deficiência, seja ela física, visual ou mental, e idade entre 12 e 19 anos. Também devem estar matriculados em escolas do ensino fundamental, médio ou especial.

Fonte: Ascom Seed

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais