Ary Resende vai reivindicar na CBF a volta do Campeonato do Nordeste

0

O presidente em exercício da Federação Sergipana de Futebol – FSF, professor Ary Resende Silva, viaja nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira para o Rio de Janeiro, onde amanhã participa juntamente com os presidentes de todas as congêneres do Brasil, da Assembléia Geral Ordinária da CBF – Confederação Brasileira de Futebol. Junto com Ary Resende viaja também o Vice-presidente de Comunicações e Vice-presidente técnico, em exercício, o professor Custódio Santana. Os dois, juntamente com o presidente efetivo José Carivaldo Souza, que se encontra licenciado, serão homenageados pela CBF, com a Comenda do Mérito Esportivo João Havelange. Mas para o futebol sergipano e especialmente para o futebol nordestino, a reunião desta sexta-feira na CBF pode ser histórica. Por iniciativa de Ary Resende, que conseguiu mobilizar os presidentes das Federações do Rio Grande do Norte, Paraíba e Alagoas e garante ainda, que vai tentar conversar com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol. Essas federações vão reivindicar do presidente Ricardo Teixeira, que autorize o retorno do Campeonato do Nordeste para o ano de 2005. – O Campeonato do Nordeste foi uma competição que deu resultados técnicos e financeiros e, em um momento em que o futebol nordestino se encontra com apenas um representante no Brasileiro da Série A – o Vitória da Bahia – seria a hora desses clubes participarem de uma competição de nível regional, para melhorar suas arrecadações. O futebol nordestino tem que ser olhado de outra forma. É em um evento como a Assembléia Geral, que os presidentes têm a oportunidade de reivindicar direito e benefícios para suas entidades ou regiões, disse Ary Resende. A outra reivindicação do presidente da FSF está direcionada diretamente para o fut4ebol sergipano. A exemplo do que aconteceu na temporada passada, o professor Ary Resende vai solicitar da CBF, que seja destinada uma verba mensal, a título de ajuda, para os clubes que disputam o Campeonato Sergipano. “Não posso prometer nada. Não posso dizer também que é patrocínio, mas garanto que junto com o presidente Carivaldo Souza, estaremos lutando, para que essa ajuda seja efetivamente liberada”, garantiu o presidente em exercício, professor Ary Resende.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais