Caratecas sergipanos trazem duas medalhas da Turquia

0
Victor Menezes em terceiro: bronze para o Brasil (Foto: Divulgação)

Dois jovens sergipanos contribuíram para a bem-sucedida campanha brasileira na Gymnasiade realizada em Trabzon, na Turquia. Os caratecas Victor Menezes e Robert Natan conquistaram um bronze cada um na competição escolar. Ambos foram ao pódio ao competirem no kumite.

De acordo com Jailton Batista, técnico da dupla, o resultado poderia ter sido ainda melhor, mas o saldo ainda assim foi positivo. “A arbitragem foi caseira, nos prejudicou um pouco nas lutas, e o nervosismo pesou, pois os dois perderam os combates a poucos segundos do fim. Mesmo assim, de forma geral, fomos muito bem. Na última edição conseguimos uma medalha de ouro, e agora conquistamos dois bronzes”.

Batista também destacou o valor da conquista pela dificuldade de se alcançar um torneio como a Gymnasiade. “É uma competição muito difícil. Houve uma seletiva estadual e depois uma nacional em Minas Gerais. Dos oito alunos que levamos para a seletiva mineira, seis alcançaram as finais e dois ficaram com as vagas: justamente o Victor e o Natan”.

Gymnasiade
Na competição escolar, o Brasil conquistou 128 medalhas, das quais 57 foram de ouro, 32 de prata e 39 de bronze. A natação foi a modalidade que mais conquistou medalhas, com 35 – um total de 16 de ouro, 9 de prata e 10 de bronze. O atletismo conquistou 24 medalhas – das quais 19 foram de ouro 10 de prata e 5 de bronze – além de um recorde mundial. O caratê, por sua vez, somou ao todo 17 medalhas.

Por Igor Matheus

Comentários