Carvalho e Grangeiro recebem Wild Card para jogar etapa brasileira da Copa PETROBRAS

0

Eles se juntam a Lenoir Ramos para formar trio de tenistas de Brasília convidados a participar da competição em Aracaju (SE). Com isso, sobe para oito o número de brasileiros na chave principal do torneio, que tem premiação de US$ 50 mil  
 
Aracaju (SE) – A Copa Petrobrás, maior circuito da América Latina da
série Challenger da ATP, terá na etapa de Aracaju (29 de novembro a 5 de dezembro), por enquanto, a presença de oito tenistas do Brasil. Confirmados já estavam Flávio Saretta, Franco Ferreiro, Júlio Silva, Marcos Daniel e Francisco Costa. Na terça, foi anunciado o nome
do primeiro convidado: Lenoir Ramos. Na tarde desta quinta (25), a Octagon Koch Taveres, promotora da competição, divulgou os nomes de mais dois agraciados com wild cards (convites): Raony Carvalho e Luís Henrique Grangeiro. Por coincidência, os três são de Brasília. O quarto e último convidado da organização será conhecido amanhã (sexta, 26). 
 
A oportunidade de poder disputar um torneio da série Challenger da ATP
foi muito comemorada pelos três tenistas.  É uma grande chance de somar pontos e poder garantir presença na chave principal de torneios Futures e até mesmo serem convidados para outros Challengers.  Raony Carvalho foi surpreendido ao ser avisado.  Aos 17 anos, ele vai jogar seu terceiro challenger. Nas duas primeiras vezes, em 2003 e 2004 em Campos do Jordão,
perdeu na primeira rodada.  “No primeiro estava muito cru, não sabia o que ia acontecer, mas acho que agora estou mais acostumado a jogar profissional”.  Sobre a possibilidade de chegar a um título, Raony foi comedido.  “Ganhar o título em Aracaju é bem complicado, mas acho que dá pra passar pela primeira rodada”, afirmou.
 
Raony Carvalho tem  6 pontos na ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e é o 998 do ranking de Entradas. “Garantir 1 ponto já faz muita diferença na faixa do ranking que eu estou. Com 7 ou 8 pontos, fico na frente de um monte de gente e posso até subir 100 posições. Com isso, talvez no ano que vem já possa entrar direto na chave principal de Futures.”
 
Para Luís Henrique Grangeiro, também de 17 anos e primeiro colocado no ranking do Circuito Banco do Brasil na categoria 18 anos, o convite trazia muita felicidade. “Estou feliz pra caramba. Com esse convite garanto pelo menos o meu primeiro ponto na ATP.Disputei vários Futures, mas fiquei no quase. Mas com esta oportunidade já vou poder disputar todos os qualis de Future no ano que vem e não depender de ninguém. De qualquer maneira, estou indo para ganhar, independentemente de quem estiver do outro lado da quadra”, afirmou com segurança.
 
Lenoir Ramos (1028 do ranking da ATP com 6 pontos), o mais velho dos
três com 19 anos, está se recuperando de um problema de saúde. Já voltou a treinar e espera poder fazer um bom papel na competição.  “Este será me terceiro Challenger da carreira. Em 2001, com 16 anos, ganhei o convite para um  em Brasília. Em 2002, joguei um em São Paulo, também com um wild card. É sempre bom jogar um nível acima, para saber no que melhorar. Há três semanas, peguei uma virose, fiquei internado três dias e emagreci
muito. Agora estou treinando bastante para recuperar a forma.”
 
A Copa Petrobrás teve início em Santiago (Chile), no último dia 1o. Depois foi a Argentina (Buenos Aires), Bolívia (Santa Cruz) e esta semana está sendo disputado na Colômbia (Bogotá). Depois de Aracaju, que termina em 5 de dezembro, o circuito vai ao México (Guadalajara, 6 a 12/dez). Cada torneio distribui uma premiação de US$ 50 mil e pontos para o ranking mundial.
 
Com este torneio, a Petrobrás dá mais um passo rumo à consolidação de sua presença na América Latina, utilizando o esporte como um dos instrumentos de integração dos mercados compreendidos por sua área de negócios. A empresa tem ativos em seis países da América do Sul – Argentina, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia e Venezuela -, além do México. Em todos
eles atua em exploração e produção de petróleo e/ou gás e vem buscando
a diversificação de seus negócios.
 
A Copa Petrobrás tem o patrocínio de Petrobrás, com co-patrocínio de
Varig, Cobra Tecnologia, Campari, Babolat, Fisk e Governo do Estado de Sergipe. A realização é da Octagon Koch Tavares.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais