Clubes recebem novos equipamentos e isenção das taxas para competições

0

Alexandre Guimarães Na contra-mão do que é praticado pela maioria das entidades, a Confederação Brasileira de Handebol – CBHb – resolveu, em sua assembléia anual, que teve início terça-feira e termina neste sábado, no Hotel Aquarius, transferir importantes benefícios para as federações estaduais. O objetivo, segundo o presidente Manoel Luiz Oliveira é fortalecer as entidades filiadas e conseqüentemente, os clubes, para em futuro próximo, trazer um número ainda maior de praticantes da modalidade. Um dos benefícios que empolgou os 26 dos 27 representantes estaduais – a única ausência no encontro foi protagonizada pelo Rio Grande do Norte – foi a doação de equipamentos de informática, para todas federações. Equipamentos compostos por computadores de última geração, acompanhados de impressoras multifuncionais (com scanner e copiadora), que serão entregues em domicílio, no início da próxima semana, além de outros benefícios, que a grande maioria de federações poderá repassar aos clubes. TAXAS – Também causou empolgação foi outra medida anunciada por Oliveira – a isenção de várias taxas, como a anuidade que deixará de ser paga pelas entidades estaduais. Além disso, custos de arbitragens e transportes dos árbitros, quando de campeonatos brasileiros ou ligas nacionais, também serão de responsabilidade da CBHb, como explica Fabiano Redondo, diretor de Marketing da entidade: “Até agora, quem bancava as taxas e o transporte dos árbitros ao realizar uma Copa Brasil, por exemplo, era a cidade sede. Com esta verba, o município poderá dar melhores condições a todos que estarão trabalhando no evento, poderá fazer algumas promoções, etc. Sem estes custos, poderemos levar alguns torneios para cidades estratégicas, pensando no amanhã do handebol. Cidades com potencial no interior de São Paulo, Santa Catarina, na região Centro-Oeste do Brasil, por exemplo, que não tenham clubes representantes na modalidade, poderão receber os eventos e, com isso, estaremos expandindo e plantando mais uma sementinha do handebol”. No caso da Liga Nacional, os clubes serão diretamente beneficiados, porque a CBHb se responsabilizará pelos gastos com arbitragem: “Além disso, as equipes que cederem técnicos ou atletas para as seleções nacionais terão redução proporcional nas taxas de inscrição dos jogadores na Liga e na Copa Brasil, e também receberão quantidade maior de bolas para jogos e treinamentos” – finalizou Redondo

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais