Confiança é absolvido no TJD da CBF

0

Conselheiro Juca Dantas
 

O Confiança foi absolvido pelo Tribunal de Justiça, na noite de ontem, na CBF. O clube sergipano estava incluso nos artigos 213 e 215 no Código Brasileiro de Justiça desportiva. O primeiro por deixar de prevenir e reprimir desordem na sua praça de esporte, que previa uma multa de 50 a 500 mil reais. Já o artigo 215 dizia que a equipe proletária não havia se apresentado no horário marcado. Neste caso, a multa era de até R$ 5.000,00 por cada minuto.

O assessor jurídico do Vasco da Gama, Paulo Reis foi quem defendeu o Dragão no processo. O coronel Magno compareceu no julgamento como testemunha de defesa. Após um excelente desempenho de Paulo Reis, o clube sergipano acabou sendo absolvido por unanimidade no processo por cinco votos a zero.

O conselheiro, Juca Dantas, esteve presente no julgamento e é um dos responsáveis pelo resultado isto porque ele é muito amigo do advogado Paulo Reis, que por sua vez não cobrou um centavo para fazer a defesa do campeão estadual.

Em entrevista a Rádio Jornal, Paulo Reis afirmou que tem um carinho muito grande pelo Confiança e já se considera um torcedor proletário e além do mais é amigo particular do Juca Dantas. No ano passado, Reis esteve em Aracaju e conheceu muitos pontos turísticos da cidade ao lado do conselheiro proletário. Ele garantiu que em breve voltará para passear e rever alguns amigos em Aracaju.

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais