Corinthians vence na última rodada

0

Antes do início da partida entre Corinthians e Figueirense, que marcou a provável despedida do técnico Tite do Corinthians, a Fiel torcida gritou seu nome como costuma fazer no Pacaembu. Entendendo a necessidade de dar ao gaúcho a despedida que merecia, a equipe partiu para cima e conquistou sua vitória mais elástica no ano: 5 a 2.
Apostando nas arrancadas de Alessandro, o mais experiente jogador do Timão em campo, o Corinthians abriu 2 a 0 no placar em 20 minutos, gols de Zé Carlos e Coelho. A jovem zaga dos donos da casa, no entanto, bobeou em duas ocasiões e permitiu que Vágner e César Prates empatassem. Na etapa final, Zé Carlos e Coelho voltaram a marcar e Rosinei fechou a goleada.

As maiores vitórias do Alvinegro do Parque São Jorge no ano haviam sido os 3 a 1 aplicados sobre o Vasco da Gama nos dois turnos do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Timão terminou a competição na quinta colocação, com 74 pontos. Já o Figueirense parou nos 63, caiu para 11º e deu adeus à Copa Sul-Americana.

O jogo – A partida começou morna no Pacaembu. Enquanto o Figueirense esbarrava na imprecisão dos passes, o Corinthians sofria com a falta de criatividade de seu meio-campo. A aposta do time da casa era nas arrancadas do atacante Alessandro.

Disposto a garantir sua permanência no Timão em 2005, o Cambalhota partiu para cima da defesa adversária e acabou sofrendo pênalti, aos 14 minutos do primeiro tempo. Zé Carlos, outro que deve ter feito seu último jogo com a camisa corintiana, cobrou bem e abriu o placar.

Minutos depois, Alessandro voltou a fazer boa jogada, arrancou pelo meio e foi parado com falta próxima à área. Coelho ajeitou a bola com carinho e, aos 24, colocou no canto esquerdo de Édson Bastos, sem chances de defesa para o goleiro do time catarinense.

Só aí o Figueira acordou na partida. Aproveitando o desentrosamento do “Timão genérico” que Tite colocou em campo, os visitantes conseguiram penetrar com facilidade na área adversária em duas ocasiões. Numa delas, aos 28, Vágner recebeu na pequena área e só teveo trabalho de empurrar para as redes. Cinco minutos depois, César Prates recebeu cruzamento da direita e bateu de primeira para igualar o marcador.

Disposto a recuperar a vantagem e dar ao técnico a Tite a despedida merecida, o time do Corinthians partiu para cima dos catarinenses no início da etapa final. Logo aos três minutos, Zé Carlos esteve perto de marcar. Em seguida, foi a vez de Coelho assustar o goleiro Édson Bastos.

De tanto insistir, o Timão conseguiu chegar ao terceiro gol. O lateral-esquerdo e dublê de atacante Zé Carlos aproveitou bobeada da zaga adversária, roubou de César Prates e bateu rasteiro no canto esquerdo de Bastos. O camisa um se esticou, mas só alcançou a bola no fundo da rede.

A exemplo do que havia acontecido no primeiro tempo, o susto fez o Figueira acordar. Nos dez minutos seguintes ao gol de Zé Carlos, o que se viu no Pacaembu foi uma pressão dos visitantes, que acabaram esbarrando nos erros de finalização.

Foi aí que Alessandro voltou a entrar em ação e jogou um balde de água fria na reação dos visitantes. Aos 20 minutos, Rosinei fez boa jogada pela direita e tocou na área para o Cambalhota, que se livrou da marcação e bateu na trave. O rebote ficou com Coelho, que deixou o Timão comemorar um quarto gol pela primeira vez no ano.

A partir daí, o time do Parque São Jorge não deu qualquer chance de recuperação para o Figueirense. A situação dos visitantes ficou ainda mais complicada quando Carlos Alberto discutiu com o árbitro e foi expulso. Com a intenção de dar oportunidade a jogadores que tiveram pouca oportunidade ao longo do ano, Tite colocou o pequeno Élton, Bobê e Wilson.

Para completar a despedida perfeita do treinador, Élton fez boa jogada e deixou Rosinei livre para fechar a contagem. A partida acabou ao som de “olê, olê, olê, olê, Tite, Tite!”. Emocionado, ele agradeceu aos torcedores pelo carinho.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais