Diretoria do Sergipe: time passa por má fase financeira

0
Pronunciamento ocorreu na casa do Sergipe, Estádio João Hora (Fotos: Nayara Arêdes/ Portal Infonet)

“O Sergipe é um time acabado. Sem uma intervenção, não teríamos nem jogadores para entrar em campo no dia 13”. A afirmação é de Reinaldo Moura, conselheiro do Club Sportivo Sergipe, a respeito da situação financeira do clube. De acordo com Reinaldo, a falta de uma efetiva prestação de contas tem feito o time passar necessidades, pondo em risco o futuro da equipe.

Segundo a diretoria, materiais básicos como uniformes e alimentos, e mesmo a folha de pagamento dos jogadores, estão em carência. “O que nos foi passado é que os salários de dezembro seriam pagos em três parcelas, sendo a primeira no dia 26, a segunda no dia 29 e a terceira dia 10 de janeiro. Quando fomos checar, não existia a terceira parcela, e muitos jogadores estavam em desacerto também com as outras duas. Para pagar essa dívida, tivemos que apelar para um acordo. Estamos em dias, mas não sabemos até quando”, afirma Reinaldo.

Na visão de Reinaldo Moura, expor a situação financeira do clube é uma forma de contar com o apoio da torcida. “Se contássemos com patrocínios para manter nossas despesas, estaríamos em uma situação ainda pior. Sabemos que o torcedor quer resultado, mas precisamos desse retorno para manter nosso clube de pé. De fato, recebemos mais de R$ 1 milhão, mas sem prestação de contas não há como saber para onde foi esse dinheiro. Por isso, chegou a um ponto em que não havia dinheiro nem para o café da manhã”, alerta.

Reinaldo Moura: "Isso é prestação de contas?"

Para o amistoso que ocorrerá no próximo domingo, 13, entre Sergipe e América no Estádio Estadual Lourival Baptista (Batistão), a diretoria e o setor administrativo tiveram que tomar medidas emergenciais. “A empresa que nos fornece os uniformes disse que os enviaria mesmo sem termos fechado um contrato efetivo ainda. Estamos terminando as negociações, mas se não fosse a boa vontade deles não teríamos uniforme para os jogadores”, explica o conselheiro Lailson Melo.

Finanças

Segundo informações da página virtual do Clube Sportivo Sergipe, no último dia 28, o atual presidente do Sergipe, Ary Rezende, recebeu do ex-dirigente Genisson Silva a prestação de contas do mês de dezembro. Na oportunidade, o diretor financeiro do clube, Luiz Santana, afirmou que os balancetes de 2012 estavam fechados até o mês de novembro. Entre os termos do livro-caixa constavam os demonstrativos e as previsões de pagamento para os atletas.

Comentários