Dragão perde, mas continua líder.

0

O Confiança perdeu para o Riachuelo por 3 a 2 de virada, na noite de ontem, no Estádio Lourival Batista e mesmo assim permanece com dois pontos de vantagem sobre o Sergipe, que é o segundo colocado. Os gols foram marcados por Nilson (2) e Everton para os visitantes, enquanto que Ariel e Nei fizeram os donos da casa. Logo no inicio do jogo, o Riachuelo teve a primeira oportunidade. André obrigou o goleiro Fábio a fazer uma grande defesa. A resposta do Confiança veio logo em seguida. Dagil penetrou livre de marcação e perdeu um gol feito. Aos 24 minutos, Rivelino cobrou a falta com perfeição. Ariel subiu sozinho e tocou para o fundo das redes. Os visitantes não se abalaram. Quatro minutos depois, Nilson rouba a bola de Gil. Everton dribla dois zagueiros e marca o gol de empate. Na segunda etapa, o técnico Luiz Carlos foi obrigado a fazer duas substituições. Everton e Orlando saíram contundidos. Juninho e Marcelo entraram nos seus lugares. O técnico Jorge Replay mandou o time para o ataque. Aos 19 minutos, ele sacou Maurão e colocou Luciano. O Confiança encurralava o Riachuelo para o campo da defesa. Aos 25 minutos, Dagil desperdiçou mais uma chance de gol. Um minuto depois, Rivelino bateu forte, mas a bola sai pela linha de fundo. Aos 29 minutos, a zaga proletária pede impedimento. Bancilon não marca. André lança Nilson, que não perdoa e faz 2 a 1 . Aos 40 minutos, Marcos Teles deu um pontapé no atacante André e acabou sendo expulso. Aos 46 minutos, Nei arrisca de fora da área. O goleiro Nailson falha e Confiança empata. Dois minutos depois, Nilson aproveita o contra-ataque e faz o gol da vitória. No final da partida, o técnico Luiz Carlos Bossa Nova deu soco no zagueiro Nei. A agressão foi motivada porque o jogador proletário na hora da comemoração do gol teria feito alguns gestos para o banco do Riachuelo. O Dragão enfrenta o Itabaiana no próximo domingo, no Médici. Já o Riachuelo pega o Sergipe, sábado, à noite, no Batistão. Confiança 1 x 2 Riachuelo Local: Estádio Lourival Batista Arbitragem: Mário Sérgio Bancilon Renda: R$ 5.160,00 Público: 1.224 Gols: Ariel, Everton , Nilson (2) e Nei Cartões amarelos: Jorge Luiz, Maurão, Felipe, Marcos Teles, Juninho, Orlando e Didi. Cartão vermelho: Marcos Teles. Confiança: Fábio, Nei, Jorge Luiz, Maurão (Luciano), Felipe e Ramon; Gil, Rivelino e Télio (Carlos Henrique); Dagil e Ariel (André). Técnico: Jorge Replay. Riachuelo: Nailson, Marcos Alan, Marcos Teles, Eri, Alex e Biro; Didi, Orlando (Marcelo) e Everton (Juninho) (Jair); Nilson e André. Técnico: Luiz Carlos Bossa Nova.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais