Em julgamento, árbitro Fábio Roberto é absolvido

0

O elenco do Socorrese ficará sem o atleta Carlos por 180 dias (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Na noite de ontem, 12, ocorreu, no Tribunal da FSF, o julgamento do processo de nº 031/2012, cujo relator é João Sobral Garcez Neto, e o denunciado Fábio Roberto Matos Silva Santos (Árbitro-FSF), no art. 261-A, §1º, V do CBJD, referente à partida Socorrense x Lagartense.

A assessoria jurídica da AAP/SE, Juliana Rezende Dorea, requereu a ouvida das testemunhas, o árbitro assistente Rodrigo Guimarães Pereira e o árbitro Fábio Roberto. Também foi analisada a súmula da partida que relatava todo ocorrido e as providências tomadas.

Baseada no relato dos árbitros, mais uma vez, a Juliana Rezende fez uma brilhante defesa e conseguiu que o árbitro fosse absolvido. Sua atuação foi elogiada inclusive pelo nobre advogado Welligton Mangueira, que representava a Socorrense. Na oportunidade, o mesmo pediu desculpa ao árbitro e à AAPF-SE pelo fato lamentável que findou com a agressão sofrida pelo árbitro por parte do atleta da Socorrense, Carlos Alexandre Acácio da Silva.

O atleta foi apenado pelo Tribunal com 180 dias, ou seja, seis meses fora dos gramados. O julgamento teve seu término às 22h. O presidente da AAPF,  Ivaney Alves Lima, esteve presente durante todo julgamento para apoiar o árbitro e também parabenizou a atuação da assessora jurídica da AAPF. “Lamentamos o fato, mas felizmente, o tribunal tomou a providência cabível”, comentou Ivaney.

Fonte: Assessora de Comunicação

Comentários