Ex-jogador pede ajuda para continuar lutando contra câncer intestinal

0

 

Clay, ex-atacante: na luta contra o câncer (foto: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Após uma carreira de dezesseis anos em gramados de dentro e fora de Sergipe, o ex-jogador de futebol Geovancler Rodrigues dos Santos, 49 anos, conhecido como Clay, tem lutado para vencer um câncer de intestino. Ex-atacante de times sergipanos como Itabaiana e Maruinense e de equipes de fora do estado como Avaí e Campinense, Clay sofreu uma recaída de uma doença que permaneceu controlada por três anos. Debilitado em sua residência na Atalaia Nova, na Barra dos Coqueiros, o ex-atleta não tem plano de saúde e solicita ajuda para se recuperar de uma cirurgia feita às pressas e para se preparar para as próximas etapas do tratamento.

Clay conta que descobriu a doença há cerca de quatro anos, pouco depois de perder a esposa para o câncer de mama. “Eu já estava com o problema sem saber. Eu defecava sangue e pensava que era hemorroida, e também tinha dificuldade para urinar. Então me orientaram a fazer todos os exames. Um dos médicos disse que eu não tinha nada, mas um outro pediu para que eu fizesse uma colonoscopia. Fiz o exame e foi detectado um caroço. Depois disso tive que fazer uma cirurgia às pressas para colocar uma bolsa de colostomia”.

Clay em 1994: dupla de ataque com Oséas na Maruinense-SE

Após a cirurgia, Clay chegou a fazer tratamentos de radioterapia e quimioterapia, foi operado novamente e passou três anos sem maiores problemas. Até que, há pouco mais de um mês, novos exames acusaram o retorno do câncer. “Eu fazia exames de rotina de três em três meses. Depois de um tempo, passei a fazer de seis em seis meses. No fim de um deles, em uma colonoscopia, descobriram que o problema havia voltado. O médico fez a biópsia e fiquei sem defecar, sem soltar gases e cheguei a ficar sem comer por quase 15 dias. Tive que ser operado para não morrer”.

Ainda segundo Clay, o próximo passo provavelmente será o dos tratamentos de radioterapia e quimioterapia para redução do tumor, e logo após, a cirurgia para a retirada definitiva do caroço. “Quem sabe depois disso não levo uma vida normal”, disse. Os interessados em ajudar o ex-atleta podem entrar em contato pelo número 79-99877-8061 ou realizar depósito na conta abaixo:

Banco: Caixa
Agência: 0059
Operação: 013
Conta: 00076588-4
Titular: Geovancler Rodrigues dos Santos

Trajetória
Com dezesseis anos de carreira no futebol profissional, Clay jogou na base do Confiança-SE, no Guarany de Porto da Folha-SE, no Maruinense-SE, no Itabaiana-SE – pelo qual disputou a série C de 1998 e foi vice-artilheiro da competição -, Campinense-PB, Galícia-BA, Fluminense-BA, Jacuipense-BA, Avaí-SC, Tubarão-SC, Goiânia-GO, Anapolina-GO. Clay encerrou sua careira no futebol de Rondônia em 2007, aos 38 anos.

Por Igor Matheus

*atualizada às 18h da sexta-feira, 9, para correção de dados da conta bancária

Comentários