Ginasta sergipana é selecionada para campeonato Sul-Americano

0
(foto: Divulgação)

Após a participação na seletiva para o Campeonato Sul-Americano de Ginástica Rítmica, ocorrido no Rio de Janeiro-RJ) em junho, a ginasta Maria Flávia Britto, do Colégio Jardins/Clube Jardins Iracema Alves, foi a única sergipana selecionada para compor a equipe da Seleção Brasileira Individual. O Sul-Americano será realizado em Lima/Peru, no mês de outubro.

Aos 13 anos e integrando a categoria Juvenil AC4 (13 e 14 anos), Maria Flávia conta que está treinando bastante para ter um desempenho ainda melhor. “Me sinto muito feliz e empolgada. Estou dando o meu melhor para conseguir um bom resultado. É uma grande satisfação poder representar o Brasil, o meu estado, meu colégio e meu clube, que sempre investiram e acreditaram em mim, contribuindo para minhas conquistas”.

De acordo com a técnica Iracema Alves, a ginasta está com a rotina de treinos intensa e, desde o início do ano teve convocações para avaliação, visando compor a seleção brasileira individual em disputas. “Agora, sendo a única sergipana a compor a seleção brasileira na prova individual, representando o país, Sergipe e o Colégio Jardins, intensificaremos ainda mais os nossos treinamentos, já que os campeonatos principais acontecem em outubro. O Campeonato Brasileiro será em Brasília e também estaremos em Lima/Peru, para o Sul-Americano”, afirma.

Iracema explica, ainda, que há muitas participantes na prova individual e a disputa é intensa. “Foram selecionadas apenas as três melhores do país e a nossa ‘Fafá’ está entre elas. Minha expectativa é grande. Maria Flávia é uma ginasta nova, mas muito talentosa e disciplinada. Ela sabe o que quer e treina duro para se superar a cada dia. Juntas trabalhamos firme, com muito amor e dedicação ao que fazemos. O ginásio e nossa segunda casa. Posso dizer que ela evolui a cada dia. Maria Flávia está apenas iniciando sua carreira e tem muito o que crescer, mas já é destaque e trará mais alegrias para o nosso estado. Estamos felizes e daremos o nosso melhor”.

Uma das maiores dificuldades para a atleta e o corpo técnico é arcar com todas as nossas despesas para participar dos eventos. “As atletas não têm patrocínio ou bolsa para que possam investir na carreira. É uma atleta que vem se destacando há um bom tempo e acreditamos que é um futuro promissor na Ginástica. Precisamos participar de treinamentos fora do país e de campeonatos para que ela possa progredir. É tudo conquistado com muito esforço. Agora, por exemplo, teremos que arcar com os nossos custos – Maria Flávia e meu – para a participação nesse grande evento. Temos apoio do Colégio Jardins, mas precisamos de patrocinadores para se somar à nossa equipe, já que são muitos custos”, ressalta Iracema.

Títulos
Maria Flávia já agrega títulos em seu currículo, se revelando nas disputas em que participou. Já foi Tetra Campeã Sergipana; Campeã Individual Geral e campeã em todas as provas em que participou no Torneio Nacional de Ginástica Rítmica em 2016; Campeã Individual Geral e prêmio de Campeã Absoluta no Torneio Internacional Summer Stars, realizado em Portugal, no ano de 2016; medalhista de prata no aparelho bola e medalha de bronze no aparelho arco no Campeonato Brasileiro em 2017; terceiro lugar individual geral categoria Elite, no Torneio Internacional Copa Alemania, realizado no Chile, em 2018; e medalha de bronze aparelho bola, nos Jogos Escolares da Juventude em 2018.

Com informações da assessoria

Comentários