Itabaiana e Confiança terá policiamento reforçado

0

Equipe do Batalhão de Choque (Foto: Portal Infonet)

O comando da Polícia Militar escalou um total de 100 soldados para reforçar a segurança durante a primeira partida da final do Campeonato Sergipano de Futebol, que será disputada hoje, a partir das 20h30, no Estádio Presidente Médici, entre a Associação Olímpica de Itabaiana e a Associação Desportiva Confiança.

Segundo o comandante do 3º Batalhão da PM, coronel Adolfo Menezes, a maior parte do efetivo, cerca de 65 militares, será do própria unidade, sediado na cidade, mas haverá reforço de outros setores da Polícia Militar. "Serão empregados também equipes do BPChq [Batalhão de Policiamento de Choque], EPMon [Esquadrão de Policiamento Montado] e Gati [Grupamento de Ações Táticas do Interior]", explicou o oficial.

Ainda de acordo com o coronel Adolfo, o trabalho será iniciado já no início da noite, com as guarnições com carros e motocicletas, ou montados à cavalo. "Essas equipes vão fortalecer o patrulhamento nas imediações do estádio desde cedo e continuarão após a partida, para evitar brigas ou ação de cambistas, por exemplo". Um pelotão de trânsito do 3º Batalhão irá acompanhar os ônibus com torcedores do Confiança, da entrada da cidade até o estádio – fazendo o percurso contrário após o duelo em campo. "Esse serviço visa evitar que haja agressões entre torcedores", acrescentou.

Patrulhas também serão posicionadas dentro do estádio, tanto nas arquibancadas e cadeiras, como no campo, com destaque para o Choque, que terá à frente o comandante da unidade, o major Carlos Rolemberg. "Assim como temos feito em todas as partidas de maior público, vamos ajudar no policiamento normal e também, é claro, faremos a proteção na arena ao pessoal que estará trabalhando: jogadores, comissões técnicas e imprensa", resumiu o major.

Fonte: SSP/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais