Itabaiana não supera Ceará, e só empata em casa

0
Torcida tricolor compareceu em bom número, apesar do anúncio oficial indicar um público de cerca de 2.500 (Fotos Portal Infonet)

O público que compareceu, lotou o estádio e prestigiou o grande jogo nesta quarta-feira, 24, entre Itabaiana e Ceará pela segunda rodada da Copa do Nordeste, pode ver claramente porque que a competição regional veio para ficar.

Com muita disposição e velocidade, as equipes proporcionaram uma partida eletrizante, apesar da falta de gols. A admnistração do estádio divulgou um público em torno de 2.500.

Componentes daquele que é considerado 'Grupo da Morte', o Itabaiana buscava sua primeira vitória na competição, após uma boa atuação contra o Bahia. O Ceará, por sua vez, vinha a campo para apresentar um futebol melhor do que o apresentado na estreia, quando venceu o ABC com um gol heróico aos 46 minutos do segundo tempo.

O jogo começou a todo vapor. Logo aos 2 minutos, Thiago Furlan entra na área, é tocado e pede pênalti. O juiz nada marca. Aos 7, foi a vez do Ceará chegar com Magno Alves, que bateu com perigo ao gol.

Quando a bola é cruzada na área e Fernando Henrique saiu mal do gol, faltou capricho de André, que apenas bateu em cima do zagueiro. Depois foi a vez do Ceará assustar, em cobrança de falta de Ricardinho a bola passou perto.

Itabaiana pressionava e ganhou uma falta na frente da área. A bola passa, Fernando Hnerique espalma sem jeito, na volta, cabeçada de Celso e o goleiro pega em cima da linha. Lance polêmico, time do Itabaiana reclama muito com bandeira.

Segundo tempo

Sr. Gilson Ferreira: 'Trabalho aqui [no estádio] há 28 anos! Esse gramado eu arrumei todinho hoje'.

As equipes voltaram para o segundo tempo com a mesma postura de acelerar o ritmo do jogo marcando forte e saindo rápido para o jogo. Aos 2 minutos, lance perigoso do Itabaiana: cruzamento de Junior Santos vai na direção do gol e quase engana o goleiro.

Com 9 minutos, Rato fez um bom lance, driblou o zagueiro e bateu cruzado, mas ninguém chegou para ajudar. Aos 14 minutos, outro cruzamento na área e Rato cabeceia pra fora.

O Ceará chegou a mudar, colocando Pingo em campo, atacante que salvou o alvi negro na estreia, marcando aos 46 do segundo tempo. Para além de uma arrancada na qual driblou tres adversários e sofreu falta na entrada da área, o jogador pouco conseguiu fazer.

Aos 25, Raulino fez grande jogada pela esquerda, levou na lonha de fundo, driblou o zagueiro e cruzou rasteiro. Fernando henrique salvou.

Antes do término da partida, André fez um grande lance, bateu cruzado mas Fernando Henrique defendeu mais uma vez.

Veterano Magno Alves teve atuação apagada e não ajudou o Ceará

Para o torcedor ceboleiro que compareceu ao estádio, ficou o sentimento de que a bola poderia ter entrado. Apesar da boa qualidade e o cacife de matador, Eduardo Rato mostrou que não pode ser a única opção dianteira do Tremendão. 

As duas equipes voltam a jogar pela 3ª rodada da Copa do Nordeste. O Ceará recebe o Bahia no Domingo, pelo jogo que marca a inauguração do novo Castelão. Já o Itabaiana recebe o ABC, que empatou dentro de casa com o Bahia em 1×1 pelo complemento da 2ª rodada.

Por Irlan Simões

Comentários