Manoel Luiz Oliveira foi reeleito por aclamação para presidente da CBHb

0

Presidentes de Federações elegem presidente da Confederação Brasileira de Handebol
Em sessão solene realizada à tarde de ontem, no auditório do Hotel Aquários, a Assembléia Geral Ordinária da Confederação Brasileira de Handebol, reelegeu por aclamação, para mais um período administrativo à frente daquela entidade, o sergipano Manoel  Luiz Oliveira, que dessa forma, parte para o seu quarto mandato, conduzindo com seriedade e competência, os destinos do Handebol Brasileiro.

Pela manhã, durante a instalação da Assembléia Geral, o professor Manoel Luiz deu as boas vindas aos 27 presidentes de federações estaduais e dirigentes da CBHb. ao tempo em que apresentou um curto relato, das ações deenvolvidas na última gestão. Instalada a Assembléia Geral, presidida por Paulo Sérgio (MG), os dirigentes da CBHb apresentaram, relatórios das ações e as perspectivas para 2005.

Logo após o toque do Hino Nacional, o presidente Manoel Luiz Oliveira prestou uma homenagem ao grande baluarte do Mauá-Universo, Carlos Alberto Goldenstein Rebelo, benemérito do handebol brasileiro, recentemente falecido, solicitando um minuto de silencio. Idêntica homenagem foi prestada aos milhares de desaparecidos no maremoto, que atingiu o oceano indico, na costa da Ásia-Africa.  

Manoel Luiz destacou como fatores importantes da sua gestão, o crescimento do Handebol brasileiro no continente americano, citou algumas ações administrativas, como a obtenção do certificado da ISO/200l, sendo a CBHb, uma das poucas entidades esportivas no mundo, a conquistar essa certificação. Falou sobre as vitórias conquistadas nos últimos anos, em relação ao handebol mundial a a inédita participação das Seleções Brasileiras, na Olimpíada de Atenas. Pela primeira vez, o Brasil foi representado pelas seleções masculina e feminina nessa competição.

Como perspetiva para o próximo mandato, além de lutar pelo crescimento do esporte a nivel mundial, colocando o handebol brasidleiro no mesmo patamar de algumas potências mundiais, a grande meta para o próximo ciclo administrativo, segundo o professor Manoel luiz Oliveira é colocar o Handebol brasileiro, entre os três primeiros esportes olímpicos do Brasil. “Isso evidentemente, sem contar o futebol, pois considero o futebol uma religião e com  religião, não se concorre”, brincou Manoel Luiz.

A chapa “Handebol-Brasil: Potência Olímpica, eleita por aclamação na tarde de ontem está assim constituída: Presidente – Manoel Luiz Oliveira – SE, 1º vice-presidente – Guilherme Ângelo Raso – DF, 2º vice-presidente – Walmir Prado Alencar – AM – CONSELHO FISCAL – Titulares: Carlos Roberto Rodrigues Santos – SE, José Ribamar Dias Raposo – DF, Francisco de Assis Farias – AL. SUPLENTES – Gilson Dória Leite Filho – SE, José Ataíde Lacerda – MG e Adenilson Maia Correa Lima – PB.

 

        

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais