Motocross – Brasileiro entra na segunda metade em Dourados (MS)

0

São Paulo – Depois de enfrentar o calor de Cuiabá, pilotos e equipes voltam a se reunir na região centro-oeste. No próximo final de semana, dias 1o e 2 julho, o palco da disputa será Dourados, a 224 km da capital Campo Grande (MS), sede da quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. Cinco categorias estarão na pista e prometem corridas emocionantes em busca dos pontos que ainda podem ser conquistados na temporada 2005. 

MX1 – Na principal categoria do certame, a MX1, o líder é o catarinense João Marronzinho Júnior – que, além de acumular três vitórias nesta temporada, chega a Dourados com boas recordações da última vez que esteve ali. Em 2004 conquistou de ponta a ponta a vitória e acredita que possa manter o mesmo resultado. “Venci aqui quando um dos melhores pilotos da nossa época – Balbi Jr. – estava em alta. Agora, sem ele, a situação ficou mais tranqüila e acredito que possa sair vitorioso de Dourados”.

No entanto, os adversários de Marrozinho pensam de outra maneira: Roosevelt de Freitas, que ocupa a segunda colocação com 73 pontos, quer vencer. “Estou perseguindo uma vitória desde o início da temporada e acho que pode ser nesta etapa. Estou indo para lá pensado exclusivamente nisso”, avisou o piloto Honda. O gaúcho Douglas Parise aparece em terceiro com 69 pontos e apenas uma vitória na temporada.

MX2 – Dois pilotos estarão de volta às pistas na etapa de Dourados e prometem engrossar a briga na MX2. O primeiro é o paranaense Leandro Silva, que se machucou treinando e não competiu nas últimas duas etapas. Segundo Leandro, a recuperação foi 100% e ele já está pronto para lutar por vitória. Outro é o paulista Rafael Zenni, que foi penalizado na etapa anterior.

Enquanto isso, o paulista Marcello Lima, o Ratinho, corre na liderança com 77 pontos, seguido pelo rondoniense Rodrigo Selhorst, com 69. Para Ratinho, esta será a chance de aumentar a diferença e correr em busca do pódio, embora mantenha cuidado especial com o Leandro Silva, o principal adversário.”O Leandro é um piloto muito rápido e não posso deixar ele fugir no início da prova”, afirmou.

MX3 – Se vencer em Dourados, Milton “Chumbinho” Becker irá chegar ainda mais perto do seu 11o titulo brasileiro em 21 anos de carreira. Tudo conspira a favor do catarinense,  que até agora teve 100% de aproveitamento – ou seja, venceu todas as etapas. Porém o retorno do paulista Rogério Nogueira às pistas tem sido a principal preocupação para o Chumbinho. “Ele tem chegado cada vez mais perto e isso não é bom. Em Cuiabá, apesar da vitória, ele diminuiu a diferença nas últimas voltas”, confessou Chumbinho. Ricardo Raspa ocupa a terceira posição com 51 pontos.

Categorias de base – Além das três categorias principais, irão acelerar na etapa de Dourados os garotos das categorias 85 e 65cc. Em ambas, as disputas prometem ser quentes. Na 85cc, depois de vencer três etapas, o paulista Thales Villardi abriu 17 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o catarinense Anderson Cidade. Thales afirma que a vantagem não o deixa tranqüilo, já que os adversários estão andando num ritmo forte.

Entre os garotos da 65cc, a disputa é mais apertada e a diferença de pontos é ainda menor. O goiano Everaldo Filho lidera com 56 pontos, seguido pelo catarinense Douglas Santos, com 52, e o paulista Hector de Freitas, em terceiro, com 50. Para o goiano, somar pontos nesta etapa será a principal meta. “Claro que vou para Dourados em busca da vitória, mas, acima de tudo, quero somar pontos suficientes para manter a liderança do campeonato”, relatou o piloto.

Campeonato Brasileiro de Motocross

Local: Motódromo Fae Bianchi

Programação:

Sábado (2/3)
Treinos livres
MX3 – 09h30 às 09h55
85cc – 10h05 às 10h25
65cc – 10h35 às 10h55
MX2 – 11h05 às 11h30
MX1 – 11h40 às 12h05

Treinos cronometrados
MX3 – 13h20 às 13h50
85cc – 14h00 às 14h20
65cc – 14h30 às 14h50
MX2 – 15h00 às 15h30
MX1 – 15h40 às 16h10

Domingo (3/7)
Warm-up
MX3 – 09h00 às 09h15
85cc – 09h25 às 09h40
65cc – 09h50 às 10h05
MX2 – 10h15 às 10h30
MX1 – 10h40 às 10h55

Corridas
MX3 – 12h15 – 30 min + 2 voltas
65cc – 13h05 – 15 min + 2 voltas
85cc – 13h45 – 20 min + 2 voltas
MX2 – 14h25 – 30 min + 2 voltas
MX1 – 15h15 – 30 min + 2 voltas

O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e promovido pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e tem patrocínio da Honda, Mobil e Dunas Race, além de co-patrocínio de Expresso Joaçaba e Yamaha.

 


 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais