Nigéria elimina Dinamarca por 2 a 0 na Fonte Nova

0
Umar amplia: 2 a 0 (Fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

No dia de melhor público da Arena Fonte Nova depois do jogo do Brasil, a Nigéria mostrou que ainda é uma potência olímpica no futebol e despachou a Dinamarca nas quartas de final das Olimpíadas: 2 a 0. Agora o time africano aguarda o vencedor de Alemanha e Portugal para ver quem o enfrentará na semifinal.

A Nigéria não começou em cima desde os primeiros minutos, mas desde os primeiros segundos. Com menos de um minuto, Ezekiel invadiu a área, foi travado e Muhamed chutou a sobra – mas Hojbjerg pegou. Aos 11 minutos, porém, a Dinamarca respondeu: Nielsen ajeitou a bola no peito na entrada da área e mandou de primeira dali mesmo: bola no travessão para animar a ainda tímida torcida dinamarquesa.

E eis que aos 15 a Nigéria transformou sua superioridade em gol. Ezekiel cruzou da esquerda e Nikel, ainda no primeiro pau, tocou rasteiro pra dentro: Nigéria 1 a 0. Aos 19, em jogada muito parecida com a do primeiro gol, Ezekiel disparou pela esquerda, mas desta vez tentou fazer tudo sozinho – e mandou pra fora acima do ângulo direito. E o time africano mostrou que também estava bem servido atrás: aos 26, Borsting recebeu sozinho no segundo pau, mandou de primeira e o goleiro Daniel espalmou no reflexo.

Dinamarca se segura: eliminada

E no segundo tempo também só deu Nigéria. Logo aos 12, Amuzie recebeu na esquerda, mandou de fora da área e Hjbjerg espalmou pra escanteio. Na cobrança do tiro de canto, no lance seguinte, Umar cabeceou no primeiro pau e ampliou: Nigéria 2 a 0. Empurrada pela torcida, a seleção africana cresceu – e cada escanteio era um acontecimento. Após um deles, aos 15, Muhamed quase fez o terceiro. E no fim do jogo o time alviverde ameaçou de novo: após cruzamento rasteiro da direita, Ajayi, na pequena área, mandou a bola por cima do gol. Mas então veio o apito final: e a seleção africana que dá pesadelos aos brasileiros desde 1996 está nas semifinais.

Por Igor Matheus
De Salvador-BA

Comentários