Pracas esportivas de Sergipe podem ficar à disposição da pandemia

0
Própria Arena Batistão poderá ser utilizada (Foto: Arquivo/ASN)

Praças esportivas situadas no complexo do Estádio Lourival Baptista (Batistão), a exemplo da quadra do Parque Aquático Zé Peixe, Ginásio Constâncio Vieira e até mesmo a Arena Batistão, em caso de agravamento da pandemia do Covid-19, podem ser colocadas à disposição das equipes de saúde para abrigar pacientes com suspeita ou diagnóstico de coronavírus. Diálogos no sentido de avaliar as estruturas e necessidade de utilizar esses espaços já foram iniciados.

De acordo com a superintente de Esportes do Estado, Mariana Dantas, as conversas não são urgentes, até porque o Governo tem previsão de uso de outros locais, antes de um eventual uso de praças esportivas. O Governo já manifestou a pretensão de utilizar o Hospital da Polícia Militar (HPM), disponibilizar leitos no hospital onde funcionaria a Maternidade Hildete Falcão, e chegou a discutir com as Forças Armadas, em Sergipe, a possibilidade de criar um Hospital de Campanha.

No atual cenário, Sergioe aparece com 16 casos de coronavírus confirmados, sem nenhum registro de óbito. Há consenso, no entanto, que a situação tende a piorar com o pico do contágio, nas próximas semanas. A requisição dos espaços esportivos seria uma medida extrema, de acordo com a demanda por leitos e atendimentos médicos.

Conforme Mariana, havendo necessidade, os locais ficam à disposição, e dependeriam, claro, de aval da Defesa Civil e órgãos que atuam na linha de frente contra o coronavírus.

Em todo o País, praças esportivas estão sendo colocadas a disposição para abrigar pacientes. O Estádio do Pacaembu, em São Paulo, por exemplo, está recenendo uma estrutura provisória similar a de um hospital. O Maracanã também está à disposição do Governo do Rio de Janeiro. Em Aracaju, o Confiança anunciou que o Estádio Sabino Ribeiro vai abrigar 8 famílias nesse período de pandemia.

Por Ícaro Novaes

Comentários