Rally dos Sertões pronto para levantar a poeira

0

foto:Donizetti Castilho
No dia 6 de agosto será iniciado o Rally Internacional dos Sertões em Goiana (GO). Até o dia 18 os participantes, que estarão divididos nas categorias de carros, motos, quadriciclos e caminhões, irão percorrer cinco Estados, alcançando mais de cinco mil quilômetros de muita, chuva, lama, poeira, e asfalto – o trajeto também passa por quatro capitais. E o final é em Salvador (BA).

Na competição, que está na 15º edição, os participantes estarão divididos em duas modalidades. A Cross Country, onde o participante não conhece o roteiro sem a possibilidade de treino); e a Regularidade, de carros com tração 4×4, que se subdividem nas categorias Turismo, para iniciantes, e Graduados, experientes. Onde vence aquele que conseguir se manter o mais próximo da velocidade média decidida pela organização.

Além da etapa Maratona onde os pilotos não contam com apoio mecânico do restante da equipe. Para dificultar para o piloto, os organizadores colocaram a saída de Palmas (TO) ao Alto Parnaíba. Além de uma segunda prova onde os pilotos guiarão por mais de 450 quilômetros de trechos cronometrados – sendo 300 em solo de areia

Serão 350 pessoas, que divididas em áreas específicas, irão utilizam recursos via terra e ar. Aqui em baixo, serão disponíveis mais de 80 carros. Já lá no alto, serão três aviões e três helicópteros, um exclusivo para filmagem de TV e dois equipados com UTI.

A turma de fora

foto:Donizetti Castilho
18 pilotos estrangeiros, de oito países virão para percorrer. Entre eles está Cyril Després, campeão entre as motos em 2006. O francês é por muitos competidores considerado o favorito para levar o troféu de bicampeão. Detalhe: este ano Després levou para casa o Rally Dakar. Além dele estão também, na categoria motos, o vice-campeão do ano passado, o também francês David Casteau, e o alemão, Sven Fischer. A disputa dos caminhões será competida apenas por brasileiros.

O lado social

Realizado pela Dunas, o evento participa de ações sociais nas regiões carentes por onde passa o trajeto. Equipes de profissionais trabalham na alfabetização, cultura, saúde, meio ambiente, inclusão digital e capacitação. As atividades são coordenadas pelo Instituto Brasil Solidário, uma organização sem fins lucrativos certificada de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

foto: Theo Ribeiro
Entre os trabalhos estão a formação de bibliotecas – completas e permanentes compostas por 300 títulos; distribuição de kits de material escolar; palestras de saúde; trabalhos educativos; atividades artísticas e atendimento médico gratuito – com entrega de medicamentos e exames clínicos, pediátricos, ginecológicos, odontológicos e oftalmológicos.

De acordo com dados da organização, 120 mil pessoas foram beneficiadas, com 7.279 atendimentos médicos. De doação foram 10 mil kits de material escolar, 25 mil livros para a formação de bibliotecas, 50 toneladas de alimentos, mil kits de higiene bucal e seis toneladas de medicamentos.

Rota

5/8 Abertura da Secretaria de Prova (14h às 18h)

6/8 Secretaria de Prova / Vistorias técnicas

7/8 Secretaria de Prova / Vistorias técnicas

8/8 Prólogo, largada promocional e show do Jota Quest

9/8 Largada de Goiânia (GO) / Minaçu (GO)

10/8 Minaçu (GO) / Palmas (TO)

11/8 Palmas (TO) / Alto Parnaíba (MA) * Etapa Maratona

12/8 Alto Parnaíba (MA) / São Raimundo Nonato (PI)

13/8 São Raimundo Nonato (PI) / Barra (BA) * Etapa Maratona

14/8 Barra (BA) / Lençóis (BA)

15/8 Lençóis (BA) / Senhor do Bonfim (BA)

16/8 Senhor do Bonfim (BA) / Aracaju (SE)

17/8 Aracaju (SE) / chegada em Salvador (BA)

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais