Reunião entre secretários e Carivaldo define lançamento do projeto “Esporte para Todos”

0

         Carivaldo Souza
O Presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), José Carivaldo de Souza se encontra no Rio de Janeiro onde participa da reunião de Assembléia Geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O presidente disse que leva algumas reivindicações do futebol sergipano, vai tratar especialmente da liberação de recursos para os clubes da Série e do Campeonato do Nordeste, que ele considera a salvação do futebol na região. “Vamos continuar brigando pela Copa do Nordeste. É uma luta muito difícil, mas vamos continuar defendendo os interesses dos clubes da região”, disse o Presidente Carivaldo.

Mas, momentos antes do embarque, Carivaldo informou que estava recebendo um telefonema do secretário da Fazenda Nilson Lima e este informou que o Projeto “Esporte Para Todos”, campanha a ser instituída pelo governador Marcelo Déda, para ajudar ao futebol sergipano estava concluído e que na próxima semana Nilson Lima, a secretária de Comunicação Eloisa Galdino, o secretário Leó Filho e o presidente da FSF estariam se reunindo, para definir os detalhes e ajustes no projeto e apresentação ao governador Marcelo Déda.

– No contato com o secretário da Fazendo ele deu duas boas notícias importantes.  a primeira foi essa reunião para avaliação final do projeto e a segunda foi a de que o governador vai reunir os dirigentes dos clubes de futebol, para anunciar não só o apoio aos clubes profissionais, através do “Esporte Para Todos”, bem como anunciar o apoio através do patrocínio do Banese, a exemplo do que aconteceu na temporada passada. Duas boas notícias, que deixam os dirigentes entusiasmados com o sucesso do esporte sergipano e esse apoio importante do governador Marcelo Déda, frisou Carivaldo Souza.

        

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais