Rivalidade marca Uruguai e Argentina no handebol escolar

0
Argentina superou Uruguai por apenas um gol  (fotos: Igor Matheus/ Portal Infonet)

Uruguaios e argentinos não são brincadeira. Nem quando se enfrentam no aparentemente inofensivo handebol escolar os dois países se desligam da feroz rivalidade que sempre os marcou – maior até, segundo alguns, que Brasil e Argentina. Mas na tarde desta segunda-feira, 8, pela fase classificatória dos Jogos Sul-americanos escolares, foi a Argentina quem se deu melhor.

Em jogo muito duro e com direito a expressiva torcida de familiares de um lado e de outro, os hermanos bateram os uruguaios por 19 a 18 e se classificaram para a semifinal da competição. Nesta terça, à tarde, eles vão enfrentar ninguém menos que o Brasil. Já os uruguaios estão eliminados da competição. “Nós já esperávamos uma partida difícil, e o resultado fala por si. O sacrifício de toda a equipe foi fundamental para a vitória”, analisa Jose Luis Malgarín, técnico argentino.

Argentinos consolam goleiro uruguaio: rivalidade, só dentro de quadra

Já do lado uruguaio o clima era de total desânimo. Depois do apito final, os argentinos precisaram consolar o passional goleiro uruguaio, completamente entregue às lágrimas. Mas o técnico uruguaio Hector Sintas viu uma partida que poderia ter desfecho diferente.

“Poderíamos ter vencido. Perto do final tivemos três tiros que poderiam aumentar o placar a nosso favor, mas a bola parou no goleiro argentino. Também cometemos muitos erros, e por isso perdemos”.

Por Igor Matheus

Comentários